"Naturalmente Sobrenatural" é lançado em culto de poder em São Paulo

"Naturalmente Sobrenatural" é lançado em culto de poder em São Paulo

Atualizado: Segunda-feira, 6 Outubro de 2008 as 12

Por Myrian Rosário

Uma noite marcada pelo sobrenatural de Deus. Assim pode ser definido o show de lançamento do terceiro CD de Samuel Mizrahy: "Naturalmente Sobrenatural", realizado no último sábado, dia 04 de outubro, na Igreja Batista do Povo (IBP), na Vila Mariana, em São Paulo. Não fosse pelo cenário, produzido por Ricardo Fonseca, a esquete teatral apresentada logo após a palavra ministrada pelo Pr. Oliver Rodrigues e a bailarina que acompanhou algumas músicas, o "show" em nada lembraria os grandes eventos de lançamento comuns no meio gospel. "O Rica fez questão de preparar tudo isso e foi de coração. Ele levantou uma equipe e passou a madrugada aqui ajeitando as coisas", explicou o cantor.

Coadjuvante numa reunião que tinha como propósito exaltar o nome do Senhor, Mizrahy não teve entrada triunfal, apresentador nem local exclusivamente reservado ao artista. Pelo contrário, como em qualquer outro culto do Canal Jovem - denominação do Ministério Jovem da IBP, "Samuka", como é conhecido pelos amigos, ministrou o louvor com sua banda, entoando uma série de cânticos conhecidos de outros grupos. "A gente quer que o Senhor tenha liberdade e que a gente possa cantar. O convidado especial da noite é o Espírito Santo", disse ele enquanto acertava os últimos detalhes do palco antes do culto.

Coincidência sobrenatural   O público que lotou a igreja foi confrontado com a pregação, que teve como tema: "O que é viver no sobrenatural?". Com base no texto de Mateus 14:22, que narra o episódio de Pedro andando sobre as águas, o Pr. Oliver Rodrigues destacou a importância de exercitarmos a fé todos os dias, orando por enfermos, declarando cura, vivendo milagres. "Quanto mais você tem experiências com Deus, mais você vive no sobrenatural. E o sobrenatural se torna natural para os que vivem e buscam o sobrenatural de Deus", concluiu.

De maneira naturalmente sobrenatural, a ministação foi sucedida por uma esquete, que com muito humor e estilo, ressaltou as verdades apresentadas pela pregação sem que nada fosse combinado.

Voz de MPB   "Essa é uma vitória nossa! Muta coisa que está nesse CD é resultado de ministrações dessa igreja para nós", disse Samuel Mizrahy. "Eu tinha preparado um monte de coisas para falar, mas esqueci tudo. Acho que isso aconteceu para que o Espírito Santo tenha mais liberdade". E assim foi.

No estilo um banquinho e um violão, Mizrahy cantou e surpreendeu alguns dos presentes pelo seu tom de voz, muito parecido com o do cantor secular Jorge Vercillo. Confessando ser uma pessoa ansiosa, o cantor contou que passou por momentos difíceis às vésperas da finalização do trabalho. "Eu vivo dizendo que a gente tem que viver o que canta e eu também tenho sido desafiado a fazer isso. Tem horas que tudo dá errado e eu me lembro da frase: 'Agora é só ficar tranqüilo e deixar meu Deus agir"", disse, referindo-se a um trecho da faixa "Naturalmente Sobrenatural".

Samuel Mizrahy também abriu um espaço para testificar do sobrenatural de Deus na sua vida. "Na hora de entrega o CD, o HD explodiu, uma faixa ainda estava com problemas...". Segundo ele, nesse dia, aconteceu algo muito marcante. "Fui almoçar numa churrascaria com o Thiago e um rapaz desconhecido se aproximou de nós, perguntando-nos se éramos crentes. Repondi que sim, graças a Deus, e ele me disse que estava sendo incomodado pelo Espírito Santo para dizer que via um CD para de mim e que eu iria viajar muito com esse trabalho. Foi de Deus!".

A partir do testemunho, aconteceu um grande mover do Espírito Santo. Houve muito choro e quebrantamento, especialmente durante a execução da música "Eis-me aqui".

O culto foi finalizado com o bis da "Naturalmente Sobrenatural", quando o palco foi invadido por crianças que celebraram alegremente ao lado de Samuel e sua banda.  

  Fotos: Luciano Avelino

veja também