A natureza demonstra a glória de Deus

A natureza demonstra a glória de Deus

Atualizado: Quinta-feira, 5 Dezembro de 2013 as 10:32

naturezaLeitura Bíblica: Gênesis 9.1-17
Quer vocês comam, bebam ou façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus (1Co 10.31).
 
Engana-se quem acha que o conceito de sustentabilidade é novo. Essa palavra grande e difícil de ler tem sido muito usada para falar de ações que levem em conta o que irá acontecer depois. É assim: imagine que uma pessoa vai construir uma casa. Ela precisa de paredes e colunas fortes se quiser que a casa tenha muitos andares. Do contrário, o risco da casa não se sustentar é grande.
 
Quando Noé e seus filhos finalmente saíram da arca, após muitos meses, Deus lhes fez uma promessa: o mundo nunca mais seria destruído por dilúvio. Deu-lhes também uma responsabilidade: “Cuidem da terra”.
 
É interessante notar que Deus diz duas coisas que parecem contraditórias: “tudo o que vive e se move lhes servirá de alimento” (v.3) e “a todo o que derramar sangue, tanto de homem como de animal, pedirei contas” (v.5). Como alguém pode comer um animal sem derramar seu sangue? Aqui entendo que Deus começa a falar de sustentabilidade. Minha leitura para esse trecho é “você pode matar para comer” (os animais carnívoros fazem isso), “mas você não pode destruir o que estou lhe dando”, diz o Senhor. E conclui: “Encham a terra”.
 
Portanto, na matemática de Deus, é possível encher a terra, de modo que todos comam bem, sem destruir a criação. Mas hoje em dia vemos um planeta lotado, alguns comendo muito bem, enquanto outros morrem de fome e a terra é destruída. Em algum ponto estamos fazendo a conta errada. Erramos o cálculo na medida em que não fazemos tudo para a glória de Deus (veja versículo em destaque). Isso também inclui separar o lixo que pode ser reciclado, não desperdiçar água, não destruir a natureza – essa destruição não glorifica a Deus.
 
A promessa de Deus continua valendo. Ele espera que eu e você sejamos fiéis à responsabilidade que nos deu. – IAO
 
A natureza demonstra a glória de Deus – cuidar dela é reconhecer e anunciar isso.
 

veja também