Nem ataques a templos do Senegal intimidam membros da IURD

Nem ataques a templos do Senegal intimidam membros da IURD

Atualizado: Quinta-feira, 7 Julho de 2011 as 11:26

Nem mesmo os ataques contra os templos da Igreja Universal do Reino de Deus do Senegal, no dia 27 último, intimidaram os membros da IURD. De acordo com informações do responsável pelo trabalho evangelístico no país, bispo Luís Valente, neste último domingo (3), centenas de pessoas lotaram o Cenáculo do Espírito Santo da capital, Dacar, durante as reuniões da manhã.

Além da manifestação de fé do povo, que não se importou em ter de sentar no chão, pois todas as cadeiras foram queimadas pelos manifestantes, o bispo afirma que nem tudo dentro do templo foi destruído, diferentemente do informado pela mídia local. “O jornal do país escreveu que toda a igreja foi queimada, mas quero que saibam que a parte em que está escrito Jesus Cristo é o Senhor não foi queimada, como podem ver na foto”, explica.

Na noite do ataque, cerca de mil manifestantes invadiram a igreja sede, roubando o que viam pela frente e queimando tudo o que não podiam levar, inclusive documentos. No mesmo dia, eles também saquearam mais dois templos da Igreja Universal na região.

Os protestos começaram após o presidente, Abdoulaye Wade, estipular várias modificações na lei eleitoral do Senegal, com o objetivo de aumentar a possibilidade de candidatura para um terceiro mandato nas próximas eleições, em fevereiro de 2012.

Tudo isso causou alvoroço entre os manifestantes, que foram às ruas provocando uma série de atentados contra escritórios do governo e igrejas cristãs. Mais de 100 pessoas ficaram feridas com os protestos.

veja também