"Nós vamos sarar esta terra e abençoar esta cidade", afirma idealizador do Abala São Bernardo

"Nós vamos sarar esta terra e abençoar esta cidade", afirma idealizador do Abala São Bernardo

Atualizado: Quarta-feira, 15 Abril de 2009 as 12

Por Adriana Amorim

Nos dias 10 e 11 de abril, São Bernardo (SP) experimentou dias de adoração, derramar do Espírito Santo e milagres. Inspirado no Abala São Paulo, que aconteceu de 22 a 24 de fevereiro, período de Carnaval, o Abala São Bernardo trouxe ministrações de Ezequiel Pires, André Valadão, Estevam Hernandes, Antônio Silva, entre outros. O louvor ficou por conta da Banda Noah e Comunhão Plena.

Idealizador do trabalho em São Bernardo, o apóstolo Marcos Sardinha, expressa que sentia necessidade de trazer um evento de impacto espiritual para a cidade: "São Bernardo merecia e merece ser tratada de uma forma espiritual mais forte, mais determinada, mais profunda, não desmerecendo nenhum dos líderes espirituais que estão aqui, mas a união, a comunhão, era uma coisa que a gente ouvia dizer, mas que não acontecia. E nós, quando estivemos no Abala São Paulo, ali junto com o apóstolo Sérgio Lopes, pregando, surgiu um fogo no coração de tomar posse do Abala São Paulo para trazer para São Bernardo. Ele foi receptivo, disse que a vontade dele era realmente compartilhar desse trabalho". Em 50 dias, o trabalho estava pronto e a expectativa de receber 4500 pessoas em dois dias foi superada. Até à noite do dia 10, sexta-feira, já haviam passado no evento aproximadamente 4800 pessoas.

"As vidas se achegaram, pessoas aceitaram a Jesus, houve libertação, milagres e cura física, cura espiritual, foi um mover maravilhoso. Os pastores que pregaram trouxeram uma manifestação especial e para encerrar, o apóstolo Sérgio Lopes ainda trouxe uma movimentação para os jovens, os abençoando para um novo tempo. Veio também um representante da prefeitura e isso para nós é uma demonstração da ligação espiritual com a ligação física, ou seja, nós vamos sarar esta terra e vamos abençoar esta cidade", afirmou o apóstolo.

Sonho de Deus

Sardinha expressa que o evento foi a concretização de um sonho: "Esse ideal, esse objetivo, não é de hoje que está em nosso coração. Desde que eu me converti, sempre imaginei São Bernardo, uma cidade tão grande, maravilhosa, mas ausente na área espiritual, e perdendo muitas coisas por não ter esse apoio espiritual. Então o diabo tem roubado de uma forma muito forte, depois de ter sido chamada de cidade dos automóveis e ter muitas indústrias, ela foi se perdendo. Não teve realmente aquele apoio espiritual, abatendo-se pelo poder das trevas, lutando contra todas as ostes malignas. Mas o Senhor achou graça no nosso coração, porque em um tempo muito curto nós preparamos tudo".

Crer no profeta

A ministração de Ezequiel Pires, que vem acompanhada de manifestações do poder de Deus, trouxe a São Bernardo, no dia 10 de abril, curas e milagres. "Deus pela sua infinita misericórdia deu aos homens dons. Talento você nasce, dom você recebe, e Deus pela misericórdia e Deus pela sua misericórdia deu-me esses dons. Nós temos essa intimidade com Deus e por onde nós temos passado surdos têm ouvido, mudos têm falado. Ele nos deu esta ferramenta de trabalho chamada dom e, por onde nós temos passado, Deus tem honrado a nossa fé".

Em sua ministração, o missionário valorizou a importância de se acreditar em um profeta de Deus. "Creia no seu missionário", expressou. E uma voz do público respondeu: "Não creio". Em entrevista ao Guia-me, Pires esclareceu sua afirmação com a passagem de 2 Crônicas 20: 20: "E pela manhã cedo se levantaram e saíram ao deserto de Tecoa; e, ao saírem, Jeosafá pôs-se em pé, e disse: Ouvi-me, ó Judá, e vós, moradores de Jerusalém: Crede no SENHOR vosso Deus, e estareis seguros; crede nos seus profetas, e prosperareis". E expôs: "Muitos não prosperam e são batizados com o Espírito Santo, falam línguas estranhas, são pregadores do Evangelho. Muitos acreditam em Deus, mas se não acrediatrem no profeta, não prosperam. Quando eu creio em Deus tenho segurança, vou morar no céu, mas para prosperar tem que acrediatr no profeta".

Pires conta que também acreditou em uma profecia. "Eu vim da favela, do morro do macaco, da cidade de Cotia, km 35, Rua Azulão, barraco 46. Fui vendedor de sorvete no largo da Batata, em Pinheiros, na Rua Teodoro Sampaio. Aceitei Jesus em 84, e fiquei até 94, 10 anos, vendendo sorvete, picolé, dormindo no chão. Em 95 eu fui convidado para participar de um seminário sobre fé e finanças, recebi uma palavra profética, acreditei no profeta, 15 dias depois Deus mudou meu ministério. Hoje nós viajamos por toda parte do Brasil, levando a Palavra de Deus para a glória do Senhor. Deus mudou o meu cativeiro", revelou.

Colaboração e fotos: getúlio Camargo

veja também