Novo livro de Augustus Nicodemus destaca o ateísmo cristão

Novo livro de Augustus Nicodemus destaca o ateísmo cristão

Atualizado: Segunda-feira, 27 Junho de 2011 as 10:42

Em 2008 a Mundo Cristão lançou O que estão fazendo com a Igreja, primeiro livro de Augustus Nicodemus pela editora, no qual ele expõe suas percepções sobre a igreja evangélica e sobre o que entende ser a ascensão e queda do movimento evangélico brasileiro. Para traçar esse panorama do cenário evangélico nacional, ele traça um comparativo entre o que as diversas correntes teológicas tem pregado e o que a Palavra de Deus diz.

Três anos depois de sua primeira obra, O ateísmo cristão e outras ameaças à Igreja surge como uma discussão mais aprofundada do que é apresentado no primeiro livro, mas o frescor de novas ideias, vindas da constatação de que a igreja está ainda mais frágil e indecisa, menos firmada na Palavra.

Dentre todos os temas abordados, o que mais chama a atenção é justamente o que dá nome ao livro, o ateísmo cristão. Ser ateu é não acreditar na existência de Deus. Ser cristão é não só crer em Deus, como seguir o caminho trilhado por seu filho Jesus Cristo. Então como é possível ser cristão e ateu ao mesmo tempo?

Conforme define o autor, "ateísmo cristão é a negação do Deus cristão revelado na Bíblia por alguém que, ao mesmo tempo, tenta redefini-lo usando linguagem e termos evangélicos. Alguém que, na prática, vive como se ele não existisse. O ateísmo consiste na negação da existência de um Deus pessoal".

Mesmo escrito por um acadêmico, com reflexões teológicas profundas e fundamentadas no cristianismo histórico, o texto de Augustus Nicodemus conta com um humor peculiar e uma linguagem compreensível mesmo por aqueles que não são teólogos ou que ocupam os bancos dos seminários e instituições de ensino. Uma leitura enriquecedora para todos aqueles que desejam conhecer mais sobre a igreja evangélica brasileira.

veja também