O choro que faz feliz

O choro que faz feliz

Atualizado: Segunda-feira, 22 Outubro de 2012 as 3:32

 

Leitura Bíblica
Isaías 57.14-21.
 
Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados (Mt 5.4).
 
A “bem-aventurança” é a felicidade do ponto de vista de Deus. Segundo Jesus, bem-aventurados (são) os que choram, porque serão consolados.
 
Entretanto, vivemos em um mundo que a todo custo não quer que choremos. Milhões em dinheiro são investidos em filmes, programas, shows, músicas e revistas para nos fazer rir e esquecer a miséria, os problemas e o pecado. Mesmo acontecimentos trágicos como a violência e os desastres naturais que arrasam povoados e até cidades inteiras são tratados na mídia como mais um espetáculo. E a tendência é que assistamos a tudo isso sem que brote uma só lágrima. 
 
Contudo, Jesus nos ensina que a verdadeira felicidade só vem depois do pranto. Isso não significa que ele queira ver os seus seguidores depressivos ou sempre abatidos. Ele quer, sim, que tenhamos um profundo senso da desgraça que é nossa rebelião contra Deus, a fim de que, reconhecendo e deplorando isso, possamos ser curados.
 
Quem chora assim reconhece que a alegria e a felicidade não vêm de circunstâncias e situações, como trocar de carro, participar de muitas festas, ou adquirir uma TV nova. Esta é a alegria produzida pelo mundo. Pelo contrário, quem chora por ter uma convicção forte de seu pecado é vivificado por Deus (Is 57.15b). Por isso o choro não é necessariamente uma experiência triste. E mais: o bem-aventurado não chora só pela sua condição, mas também pela condição de toda a humanidade, de seu país, de sua cidade, de seus vizinhos e de sua família frente a Deus. Um exemplo clássico de alguém que chorou e jejuou pelos cidadãos de sua cidade arruinada é Neemias (Ne 1.4). Este foi o primeiro passo para a reconstrução. - ALS

veja também