O Evangelho alcançou o mundo inteiro no primeiro século? John Piper acredita que não

O teólogo explica que o apóstolo Paulo fazia questão de pregar o Evangelho onde Cristo ainda não era conhecido.

Fonte: Guiame, com informações de Desiring GodAtualizado: segunda-feira, 14 de fevereiro de 2022 15:04
John Piper. (Foto: Captura de tela/Youtube Voltemos ao Evangelho)
John Piper. (Foto: Captura de tela/Youtube Voltemos ao Evangelho)

Em seu programa de podcast “Pergunte ao pastor John”, do Desiring God, John Piper responde à pergunta de um ouvinte sobre o alcance do Evangelho no primeiro século. 

A dúvida de Kevin, de Chicago (EUA), é baseada no texto bíblico de Colossenses 1.6, onde diz que o Evangelho estava frutificando e crescendo por todo o mundo. 

“O apóstolo Paulo disse que o Evangelho já havia chegado aos confins do mundo em sua própria vida?”, o ouvinte perguntou ao comentar que esse entendimento diminuiu dentro dele a urgência da pregação. 

O Evangelho já alcançou todas as nações?

John Piper começou explicando que a sua resposta tinha o objetivo de intensificar o compromisso de alcançar as nações e não de amortecer essa vontade por parte dos cristãos deste século. 

“Por todo o mundo este evangelho vai frutificando e crescendo, como também ocorre entre vocês, desde o dia em que o ouviram e entenderam a graça de Deus em toda a sua verdade.” (Colossenses 1.6).

“Observe o que o texto ‘não’ diz. Não diz que o Evangelho já foi pregado em todo o mundo e não diz que chegou aos confins do mundo. Simplesmente diz que o Evangelho que havia chegado aos colossenses era o mesmo que estava dando frutos e crescendo em todos os lugares do mundo”, esclareceu.

“Lembremos do que o próprio apóstolo Paulo disse mais tarde em Romanos 15. 20-24: ‘Sempre fiz questão de pregar o evangelho onde Cristo ainda não era conhecido, de forma que não estivesse edificando sobre alicerce de outro (...)’. Em outras palavras, Paulo sabia muito bem que o Evangelho não havia chegado à Espanha, pelo menos em grau significativo. Ele queria pregar onde o Evangelho não havia sido pregado”, explicou.

“É por isso que ele foi para a Espanha. Paulo não tinha noção de que o Evangelho já havia sido pregado em todo o mundo. Então, a questão realmente crucial em Colossenses 1.6 é por que Paulo se esforçou para dizer que aquele mesmo Evangelho, que havia chegado a Colossos, também estava abrindo caminho frutífero por todo o mundo. Por que ele disse aquilo?”, reforçou a pergunta do ouvinte.

“O Evangelho é triunfante e global”

Para John Piper há três razões para a afirmação de Paulo. “Primeiro, o Evangelho não é meramente local, tribal ou paroquial. O Evangelho não é limitado a classe social, etnia, idioma, cultura ou cidade como Colossos. Paulo estava dizendo que aquele Evangelho pregado na pequena cidade remota de Colossos, era um Evangelho triunfante e global”, explicou o teólogo. 

“É o Evangelho que reivindica cada pessoa e cada grupo em todo o mundo, onde quer que ele chegue”, continuou.

Segundo, ele disse que o Evangelho estava se espalhando por todo o mundo e aumentando, para sublinhar o fato de que há um grande e glorioso Deus Criador por trás disso, reivindicando toda a criação. Quando você acredita no Evangelho, você acredita no Deus do Universo”, disse ainda. 

“Onde quer que você vá, você nunca encontrará uma religião, em qualquer lugar do mundo, que possa anular o Evangelho ou comprometê-lo”, reforçou.

Terceiro, acredito que Paulo falou dessa maneira, enfatizando a dimensão global para os colossenses para mostrar que o Evangelho tem poder para mudar todos os tipos de pessoas, que são diferentes de todas as formas”, continuou. 

“Proclamado a todos os que estão debaixo do céu”

Sobre o que o texto bíblico diz, em Colossenses 1.23: “...do evangelho, que vocês ouviram e que tem sido proclamado a todos os que estão debaixo do céu”, Piper explica em detalhes.

“Acho que esse versículo pode ser ainda mais problemático para alguns. Pode parecer uma 'pedra de tropeço’, porque muitos comentaristas usam isso para dizer que o Evangelho alcançou o mundo ou toda criação no primeiro século. Eu digo: Bobagem! Em Romanos 15, Paulo pretendia pregar na vasta região da Gália, Espanha, onde não havia sido pregado ainda. Logo, ele não poderia ter dito que o Evangelho havia alcançado toda criação debaixo do céu”, ressaltou.

Piper ainda afirma que Paulo só estava dizendo que o Evangelho estava “sendo pregado” pelo mundo e para toda criação debaixo do céu. “Ele não disse que foi anunciado, mas que estava sendo anunciado”, disse ao apontar para o verbo. 

“Sendo assim, Kevin, não perca seu senso de urgência para pregar o Evangelho, pois ele deve ser anunciado a todos os grupos de pessoas deste Planeta. É um Evangelho que deve frutificar em todo o mundo e para toda criação debaixo do céu. Quando fizermos isso, Jesus disse: ‘O fim virá’ (Mt 24.14)”, respondeu ao leitor e finalizou. 

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições