O Fruto do Espírito é... Mansidão, domínio próprio

O Fruto do Espírito é... Mansidão, domínio próprio

Atualizado: Sexta-feira, 29 Novembro de 2013 as 8:03

mansidãoMas o fruto do Espírito é: o amor, o gozo, a paz, a longanimidade, a benignidade, a bondade, a fidelidade, mansidão e domínio próprio.(Gálatas 5:22)
 
Mansidão segundo Clarke é suavidade, indulgência para com o fraco e errado, sofrimento paciente ao receber injúrias sem sentir um espírito de vingança e até equilíbrio em todas as paixões e temperamento, o completo oposto de raiva.
É uma capacidade de permanecer em submissão sob comando. Só a mansidão quebra o orgulho, a independência, gerando a humildade e submissão a Deus ao Corpo de Cristo. Jesus disse "aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração." (Mateus 11:29)
 
A palavra de Barclay é aqui oportuna: "Tratemos a todos os homens com cortesia perfeita; que possamos repreender sem rancor; que possamos discutir sem intolerância; que possamos enfrentar a verdade sem ressentimento, que possamos estar zangados e sem pecar e que possamos ser gentis e entretanto não ser débeis." (VMC)
 
Novamente, esta qualidade vem de se ter uma opinião humilde de si mesmo, junto com a fortaleza interior para controlar as emoções, a língua e o comportamento.(VMC)
 
Domínio Próprio - THAYER a define como: "a virtude de alguém que domina seus desejos e paixões, especialmente seus apetites sensuais." MACKNIGHT adiciona o conceito: "Onde subsiste esta virtude, a tentação pode ter pouca influência." (VMC)
Expandindo, a palavra é derivada de egen e krateia, “força”, e refere-se ao poder ou ascendência que temos sobre as paixões excitantes e más de todos os tipos. Ela denota o domínio-próprio que alguém tem sobre as propensões más de sua natureza.(VMC)
 
É a capacidade de subjugar instintos e explosões carnais na minha vida e fala do auto-controle. 
 
Devemos trazer a memória que quando falamos em carne, isto significa as obras da carne que são prostituição, a impureza, a lascívia, a idolatria (colocar algo ou alguém no lugar de Deus), a feitiçaria (o espírito de controle), as inimizades, as contendas, os ciúmes, as iras, as facções, as dissensões, os partidos, as invejas, as bebedices, as orgias, e coisas semelhantes a estas (Gálatas 5:19-21).
 
Que o doce Espírito Santo tenha a liberdade de nos processar e trabalhar em nossas vida para que manifestemos o Seu fruto e Jesus seja visto em nós.
 
 
 
- Maria das Graças Machado de Albuquerque
via Facebook
 

veja também