O grupo Turminha da Fé Teen visita a Rede Record

O grupo Turminha da Fé Teen visita a Rede Record

Atualizado: Segunda-feira, 10 Janeiro de 2011 as 10:18

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 2004, mostram que a educação no Brasil apresentou melhorias significativas em comparação com outras décadas. Recentes diagnósticos apontam que houve aumento da taxa de alfabetização; crescimento do índice de alunos que se matricularam nas escolas e faculdades; aumento do número de alunos que completaram o curso nos níveis fundamental, médio e superior; criação de mais escolas de ensino fundamental, médio e superior; queda nos índices de evasão escolar; e menos repetência.

Apesar da melhora, a educação no País ainda está longe de ser satisfatória. Para a professora, historiadora e doutoranda da Universidade de Lisboa, Kátia Souza, a educação é algo primordial na vida de qualquer indivíduo e o engajamento de órgãos privados, religiosos e ONGs em proporcionar ações educativas torna-se fundamental para suprir a falha do Estado. “Quando os pais e o Estado falham, felizmente, ainda é possível encontrar meios para sanar este déficit, através da ação de órgão privados, religiosos e voltados à população carente, incentivando e permitindo que pessoas de baixo poder aquisitivo tenham a oportunidade de estudo, diversão e integração social. Volto a dizer que a educação é primordial, pois é algo que nunca poderá ser tirado da pessoa”, ressalta.

Preocupada em proporcionar oportunidades às crianças e adolescentes, a Educação Bíblica Infanto-Juvenil (EBI) disponibiliza uma equipe de educadores que realiza um trabalho de educação cristã para as crianças e pré-adolescentes de forma dinâmica e atrativa, oferecendo a eles atividades culturais; musicais; gincanas; e orientações comportamentais, espirituais e profissionais de acordo com cada faixa etária.

Na última quinta-feira (06), adolescentes do grupo Turminha da Fé Teen (Tfteen), equipe da EBI que reúne jovens de 11 a 14 anos, realizaram um passeio à Rede Record. Liderados pelo obreiro Aguinaldo Firmino, responsável pelo trabalho do Tfteen da região do Brás, zona leste de São Paulo (SP), os adolescentes adentraram nas redações do jornalismo e produção de tevê, demonstrando muita empolgação.

O estudante Antonio Brito Barbosa Sobrinho, de 14 anos, está no grupo há 4 anos e não deixa de participar das reuniões e dos passeios por nada. “A linguagem usada é apropriada para os adolescentes. As orações feitas, os ensinamentos bíblicos, são os que mais despertam o interesse, sem contar os passeios que permitem aumentar nosso conhecimento”, declara.

Natália Emanuela da Silva, de 12 anos, pretende ser jornalista e quando ficou sabendo que conheceria a emissora sentiu que teria um sonho realizado. “Eu frequento o grupo desde os 8 anos de idade e tenho aprendido muito. Agora, eu quero aproveitar bastante cada momento do passeio, pois pretendo ser jornalista no futuro e essa visita só irá contribuir para minha decisão”, relata saindo apressada para conhecer o restante das instalações.

De acordo com Aguinaldo, esse foi só o primeiro dos muitos passeios que ele pretende organizar para o grupo, pois percebe que essas atividades têm despertado o interesse tanto dos adolescentes que pertencem à Igreja como também dos que não frequentam os cultos. “Muitos pais têm nos procurado querendo inscrever os filhos no projeto, pois também querem que eles desfrutem de momentos de lazer e orientação. Por isso, pretendo levá-los a locais que abram a visão de mundo deles, dando conhecimento de diversas profissões, para que quando precisarem decidir por uma, façam corretamente”, finalizou.

Por Cinthia Meibach

Foto: Erik Teixeira

veja também