O pastor e a mulher foram detidos após confessarem a agressão

Pastor mata filhos para expulsar maus espíritos

Atualizado: Terça-feira, 14 Fevereiro de 2012 as 10:10

O pastor de um igreja evangélica ilegal em Seul e a mulher foram detidos após confessarem que agrediram mortalmente os três filhos, dois meninos e uma menina, para expulsarem maus espíritos causados por um resfriado.

Cada uma das vítimas foi agredida, com cinturões e mata-moscas, 39 vezes de manhã e outras tantas à tarde. As crianças estavam amarradas. Desconhecia-se ainda as causas exactas do falecimento.


As três crianças, de cinco, oito e dez anos, foram descobertas, no passado sábado, com as cabeças rapadas e com os pais de joelhos diante deles no interior de uma casa utilizada como igreja na aldeia de Boseong, no sul da Coreia do Sul. O pastor garantiu ter actuado "segundo as Escrituras".

veja também