"O Poder da palavra" é o tema da Noite de Poder da igreja Renascer

"O Poder da palavra" é o tema da Noite de Poder da igreja Renascer

Atualizado: Sexta-feira, 1 Abril de 2011 as 10:17

Na Noite de Poder, realizada nesta quarta-feira, 30 de março, o bispo Leandro Miglioli falou sobre o poder da Palavra na vida de Abraão. Segundo ele, “muitas vezes, sentamos na Igreja, ouvimos uma Palavra, mas diante da primeira adversidade, nos esquecemos da Palavra. É preciso crer diante todas as consequências”.

Precisamos ser operosos praticantes da Palavra e para que possamos praticá-las, a Palavra precisa dominar o nosso espírito. Nós precisamos vencer aquilo que impede o poder da Palavra.

Com 75 anos de idade ele recebe um caminho para receber a transformação da sua historia. Todos os milagres que observamos na Bíblia aconteceram através da Palavra. A única coisa que Deus precisou fazer para que Sara e Abraão vivessem a promessa, foi o poder da Palavra. Quando Deus libera a Palavra dele, muitas vezes há um ambiente que parece que é impossível acontecer. Mas para Deus não há impossíveis. Deus falou, Abraão olhe para os céus. Quando ele olha para o céu, aquela palavra entra em seu coração. E uma Palavra que sai da boca de Deus, nunca volta vazia. Ela produz frutos, pois vem carregada de um poder.

1. Heb. 11.4 – O universo, as galáxias, tudo foi formado pela Palavra de Deus. Ou seja, aquilo que não era visível veio a acontecer por causa da Palavra. Portanto, aquilo que era impossível vai setornar realidade pela Palavra de Deus.Gen.1. Vemos que Deus cria todas as coisas pelo poder da Palavra. Haja luz, haja firmamento, haja as estrelas. A Palavra que ia saindo da boca de Deus e criava todas as coisas. Por isso, precisamos viver em obediência absoluta à Palavra de Deus. A Palavra que Deus nos prometeu, pode passar quantidades de anos, vai se cumprir em nossas vidas. Não podemos permitir que o inimigo roube a Palavra de nossos corações. Jesus advertiu aos discípulos que ele seria crucificado e que depois ressuscitaria. Mas quando a morte aconteceu, eles não acreditaram na Palavra que Jesus tinha dito. E muitas vezes, sentamos na Igreja, ouvimos uma Palavra, mas diante da primeira adversidade, nos esquecemos da Palavra. É preciso crer diante todas as consequências.

2. Prov. 18.21 – A morte e a vida estão no poder da nossa língua. O que estamos fazendo com a boca que Deus nos deu? A nossa boca é profética. Ou ela produz vida ou produz morte. Satanás não tem o poder da palavra que Deus tem. Quem tem poder sobre esta Palavra criada é Deus e nós que carregamos o poder do Senhor em nós. E a estratégia de Satanás é usar a boca de um homem para nos destruir. Ele busca usar a nossa boca num momento de stress, para, por exemplo, destruir a nossa vida. Ele nos induz a falar a palavra que ele quer para que ele mesmo materialize. Vamos quebrar toda habilitação que foi dada através da Palavra, através do princípio da concordância.

3. Mateus 13. – Muitas sementes caem na beira do caminho. Às vezes Satanás tenta roubar a Palavra até mesmo dentro da Igreja. Há uma semente que caiu numa terra diferente que é o nosso coração, que é aquele que ouve e crer. O meu coração é a terra fértil para a Palavra, toda semente que cair neste coração não vai ser roubada. Deus falou uma Palavra para nós. Precisamos crer incondicionalmente, absurdamente. Se Deus falou conosco, se a Palavra veio do altar, não vamos enfraquecer. Ele cumpre a Palavra que Ele liberou em nossas vidas. O Senhor vai nos fazer receber a Palavra que mudou a nossa história.

Deus vai fazer ressuscitar as palavras que morreram dentro de nós. Precisamos ser operosos praticantes da Palavra e para que possamos praticá-las, a Palavra precisa dominar o nosso espírito. Nós precisamos vencer aquilo que impede o poder da Palavra. Vejamos:

1) A nossa autossuficiência nos impede de viver a Palavra. Toda Palavra é para nós, porque às vezes achamos que aquela Palavra não é para nós. Algumas pessoas são até seletivas.

2) Quando o nosso coração está endurecido, isto impede a manifestação da Palavra em nossas vidas. Um coração endurecido pela incredulidade. Às vezes recebemos a Palavra e não cremos.

3) Quando ela já não soa como a voz de Deus em nossos ouvidos, somos impedidos de viver a manifestação da Palavra. O que estamos ouvindo não é uma ajuda, mas é a voz de Deus. Paulo, o apóstolo, ao falar da armadura de Deus, ele cita a espada do Espírito, que é a Palavra de Deus. E em Apocalipse é relatado que da boca do Senhor sai uma espada afiada. Com a Palavra que sai da nossa boca, quebramos as barreiras.

Quando recebemos a Palavra:

1) Ela traz vida ao nosso interior. Ez. 37. Até ossos secos precisam ouvir a Palavra de Deus. Se há algo seco em nossa vida, através da Palavra que sai da nossa boca, vai ressuscitar. Profetiza ao espírito (verso 7). Vamos profetizar aos ossos e ao espírito e o milagre da ressurreição vai acontecer.

2) A Palavra traz transformação. Por uma Palavra, somos libertos. Lázaro estava morto e por meio da Palavra, ressuscitou. A Palavra é viva! Os incrédulos são trombeteiros da benção de Deus em nossas vidas.

3) A Palavra nos faz vencer a Satanás. Mateus 4. O diabo não poderia transformar as pedras em pães. Por isso, ele pediu para Jesus fazer isso, pois Ele tinha o poder da Palavra. Jesus venceu a Satanás pela Palavra. O mal que Satanás está dizendo não vai acontecer. Vamos declarar a Palavra! Precisamos falar a Satanás o que está escrito na Palavra. O inimigo que entrou por um caminho está saindo por 7 caminhos em nossa vida.

João 1. A Palavra está em nós. Por que será que a Palavra que sai da nossa boca é algo tão poderoso? O verbo é Jesus Cristo! Todas as coisas foram feitas por intermédio do verbo. (verso 14). Esta Palavra é Jesus Cristo. A Palavra que fez milagres é Jesus Cristo. E hoje o verbo de Deus está em nossa boca. Está liberado o poder desta Palavra em nosso espírito.

veja também