O possível diálogo entre o avivalista George Whitefield e um apóstolo brasileiro da atualidade

O diálogo entre George Whitefield e um apóstolo brasileiro

Atualizado: Terça-feira, 19 Fevereiro de 2013 as 10

 

No último 31 de outubro, data em que comemora-se o Dia da Reforma Protestante, o pastor Renato Vargens publicou um texto em que simulou uma possível conversa entre Martinho Lutero e um apóstolo da atualidade. Leia aqui
 
Dessa vez, Vargens simulou um novo diálogo, mas com George Whitefield, o avivalista que pregou durante anos na Inglaterra e nos Estados e abriu o caminho para a evangelização em massa.
 
Na conversa, o avivalista também se encontra com um apóstolo brasileiro. Confira:
 
george whitefieldWhitefield: Olá, muito prazer, meu nome é Whitifield e eu sou pregador evangelista do século XVIII. Tenho pela graça de Deus pregado o evangelho confrontando o homem em seus delitos e pecados anunciado-lhes Cristo e salvação Eterna.
 
Apóstolo: Oi! Eu sou apóstolo ungido de Jesus. Mas, como é que é? Você prega contra o pecado? Que isso? Que papo careta! Que coisa ultrapassada! Deixa eu te ensinar uma coisa: Você não pode falar contra o pecado, isso não é politicamente correto, além do mais, isso não enche igreja. O que funciona é falar de dinheiro, de como enriquecer, além é claro de como experimentar prosperidade decretando a vitória.
 
Whitefield: Decretar a vitória? Mas isso não é biblico. Eu tenho pregado para os carvoeiros anunciando a todos indistintamente a necessidade de se arrependerem de seus pecados.
 
Apóstolo: Como é que é? Carvoeiros? Caro Whitifield deixe de ser otário. Carvoeiro é pobre! Nós somos cabeça e não cauda! Fomos chamados para pregar para a elite e não para esse povo ralé.
 
Whitefield: Mas eles estão se convertendo e creio que brevemente a Inglaterra experimentará um grande avivamento.
 
Apóstolo: Oooo gringo me diz uma coisa: Você sabe o que é avivamento? Duvido que saiba! Ora, deixe-me ensiná-lo. Avivamento é comer literalmente a Bíblia com garfo e faca, é demarcar a cidade com urina, é tocar o shofar, isto sem falar que uma pessoa avivada é pirada pelo Espirito Santo.
 
Whitefield: Prezado Apóstolo, alias, apostolo? Bom deixa pra lá... bem, eu tenho orado com alguns amigos rogando a Deus humildemente que nos conceda um avivamento...
 
Apóstolo: Pode parar! Pode parar! Que bobagem é essa de orar humildemente? Por acaso você não aprendeu que a gente não pede e sim decreta? Veja bem! Tudo o que Jesus conquistou na cruz é direito nosso é nossa herança. Deus é obrigado a atender nossos decretos e ponto final. Onde já se viu confessar pecados e pedir humildemente a Deus que conceda um avivamento. Cara burro esse tal de Whitefield, pensou alto o apostolo tupiniquim.
 
Percebendo que a coisa era mais feia que pensava o avivalista  inglês com lágrimas nos olhos se despediu do apóstolo com a certeza de que mais do que nunca o Brasil precisa de um genuino avivamento.
 

veja também