O segredo do sucesso para o pregador

O segredo do sucesso para o pregador

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:10

A primeira notícia que temos do apóstolo Pedro nos é dada pelo evangelista Mateus, e refere-se ao convite que Jesus lhe estendeu, dizendo-lhe: “Vinde após mim e eu vos farei pescadores de homens”. Pedro e André, seu irmão, deixando logo as redes seguiram-no (Mt 4:18-20).

No convite que o filho de Deus lhes estendeu destacamos, além da finalidade do chamado: “Pescadores de homens”, a maneira como isso se realizaria: “Eu vos farei”.

Aqui descansa o segredo do sucesso de um pregador do evangelho. A educação tem parte saliente no desempenho da missão do pregador, esta lhe é ministrada aos pés dos “Gamaliéis”, mas a parte essencial é aquela que “Gamaliel” não pode efetuar. Se Jesus não fizer o pregador, ele fica só com a parte que recebeu aos pés dos rabinos, mas quando os discípulos desses doutos deixam-se fazer por Cristo Jesus, ele terá sucesso na pregação do evangelho e a pesca será deveras maravilhosa.

Depois do célebre dia de pentecostes, Lucas nos relata o sucesso que o apóstolo Pedro teve no seu primeiro discurso, ainda cheio da experiência do cenáculo, denunciando os judeus como cúmplices na morte do Nazareno, mostrando-lhes, pelas Escrituras, o cumprimento das profecias referentes ao sacrifício do Filho de Deus, a quem eles haviam crucificado e morto pelas mãos de injustos (At 2:1-23).

O sucesso maravilhoso da pescaria de homens para o reino de Deus é assim descrito:

Ouvindo eles estas coisas, compungiu-se-lhes o coração e perguntaram a Pedro e aos demais apóstolos: Que faremos, irmãos?Respondeu-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para remissão dos vossos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo.Pois para vós outros é a promessa, para vossos filhos e para todos os que ainda estão longe, isto é, para quantos o Senhor, nosso Deus, chamar.Com muitas outras palavras deu testemunho e exortava-os, dizendo: Salvai-vos desta geração perversa.Então, os que lhe aceitaram a palavra foram batizados, havendo um acréscimo naquele dia de quase três mil pessoas (At 2:37-41).

(…) Eis aqui, o feliz resultado de uma alma que não relutou em deixar a rede para seguir o seu Salvador, muito embora, dias depois, fosse informado de que morte ele havia de glorificar a Deus (Jo 1:18-19; 2 Pd 1:14).


por João Augusto da Silveira (in memorian)
Adaptado à luz do teor da primeira parte do artigo. O título original é “Com Ele no Monte Santo”.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições