O Senhor é a esperança nos momentos de calamidade

O Senhor é a esperança nos momentos de calamidade

Atualizado: Segunda-feira, 24 Setembro de 2012 as 10:13

Leitura BíblicaJeremias 32.17-23

Eu sou o Senhor, o Deus de toda a humanidade. Há alguma coisa difícil demais para mim? (Jr 32.27) 

Deus chamou Jeremias para profetizar num tempo muito difícil para a nação de Israel. Rodeada de inimigos, o povo não sabia o que fazer. Deixou de obedecer aos mandamentos do Senhor e procurou deuses estranhos em busca de ajuda. E naturalmente não foi socorrido por eles. Jeremias chama o povo ao arrependimento porque estava para acontecer um triste julgamento como resultado de suas ações: seria levado cativo para a Babilônia. Nesse momento dramático, o profeta ora ao Senhor reconhecendo que nada é difícil para Deus, pois ele é poderoso. Se ele é o criador de todas as coisas, então é poderoso para ainda realizar maravilhas e sinais assim como fizera no Egito. Ele está atento aos acontecimentos na nação. Seus olhos vêem tudo o que se passa no mundo, pois ele é Deus de toda a humanidade. O salmista perguntara no passado: "Será que quem formou o olho não vê?" (Sl 94.9) Ele não está alheio aos dramas pelos quais passam as vítimas de catástrofes, como terremotos e outras. Nesse contexto, uma revista de notícias no Canadá publicou em sua capa a foto de uma jovem com os braços levantados para os céus, louvando a Deus. 

Apesar de todo o sofrimento, esta deve ser a atitude de todos aqueles que crêem que nada é difícil para o Senhor. Cremos que ele está no controle e continua bondoso como sempre, não somente por alguns momentos. Por isso, mesmo em calamidades e dificuldades insuportáveis para o homem, o cristão pode levantar suas mãos para os céus e agradecer a bondade de Deus, pois nada é difícil para ele. Era isto que Jeremias estava tentando fazer o povo de Deus compreender. Ele está presente com poder, atento, realizando maravilhas e demonstrando a sua bondade mesmo em meio às catástrofes da vida - e nunca se esqueceu da humanidade. - JG

O Senhor é a nossa esperança nos momentos de calamidade.

veja também