"O Vaticano tem mais sobre o que falar", diz Ringo Starr

"O Vaticano tem mais sobre o que falar", diz Ringo Starr

Atualizado: Quarta-feira, 14 Abril de 2010 as 12

O ex-baterista dos Beatles, Ringo Starr, comentou em entrevista à rede de TV CNN o artigo publicado recentemente no jornal do Vaticano, ''L'Osservatore Romano''.

''O Vaticano não disse que éramos satânicos? Possivelmente satânicos e eles ainda nos perdoam. Acho que o Vaticano tem mais do que falar além dos Beatles'', disse o músico.

Intitulado ''Sete Anos que Abalaram a Música'', o texto chamou o grupo de ''joia preciosa'' e comentou as mensagens da banda tidas como ''satânicas''.

''É verdade que eles tomaram drogas, viveram uma vida de excessos por causa do seu sucesso, e até disseram que eram mais famosos do que Jesus''.

''No entanto, ao ouvir suas canções, tudo isso parece distante e insignificante''.

Após a publicação, o artigo foi classificado como uma forma de ''perdão'' da Igreja Católica aos Beatles, já que a banda chegou a criticar religiões organizadas.

veja também