Orar não é questão de vontade, mas de necessidade e obediência

Orar não é questão de vontade, mas de necessidade e obediência

Atualizado: Segunda-feira, 21 Outubro de 2013 as 12:04

oraçãoLeitura Bíblica: 1 Samuel 12.17-23
Orem continuamente (1Ts 5.17).
 
Meu esposo não é cristão e raramente aceita um convite para ir à igreja. Ainda assim, vez ou outra, peço a ele para ir comigo. Quando ouço a resposta habitual: “Hoje não!”, fico chateada e no primeiro momento digo para mim mesma: “Não sei por que chamei, se já sei que a resposta é sempre a mesma”. Frequentemente oro para que ele e outros familiares e amigos tenham um relacionamento com Deus baseado no que Cristo fez por nós. Mas com o passar do tempo, às vezes me sinto cansada e digo para Deus: “Senhor, por que ainda devo orar?”
 
Talvez isso já tenha acontecido com você. Você ora mês após mês, ano após ano, pela cura de um, pela libertação de outro, pela mudança de comportamento de “Fulano”, pelo milagre na vida de “Beltrano” – e a situação não muda.
 
No texto de hoje, o próprio profeta Samuel diz: “Longe de mim esteja pecar contra o Senhor, deixando de orar por vocês” (v 23a). Este versículo então me faz lembrar de dois mandamentos divinos: amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a mim mesmo (Mt 22.37-39). Se eu deixar de orar pelos outros, serei negligente com suas necessidades e assim demonstro falta de amor e cuidado em relação a eles. E se eu não amo meu próximo, não estou em sintonia com o meu Deus.
 
Portanto, mesmo quando nos sentimos cansados espiritualmente por clamar e interceder por alguém e achamos que a resposta à nossa oração demora a chegar, não podemos parar de orar. É necessário entregar a Deus em oração aqueles que nos cercam. A Palavra de Deus diz que não é por força nem violência, mas pelo Espírito de Deus (Zc 4.6) – ou seja, ele é quem realiza a obra. Deus responde à nossa oração preparando o caminho para o Espírito Santo agir na vida das pessoas. Não sei quantas vezes já orei pelo meu esposo e outras pessoas, mas continuarei a orar, pois sei que é meu dever. Já a resposta cabe somente ao Senhor. – CPB
 
Orar não é questão de vontade, mas de necessidade e obediência.
 

veja também