Ordem e tranqüilidade marcam o Show da Marcha

Ordem e tranqüilidade marcam o Show da Marcha

Atualizado: Sexta-feira, 23 Maio de 2008 as 12

Por Myrian Rosário

O clima foi de tranqüilidade total para os homens da Polícia Militar responsáveis pelo policiamento e segurança do Show da Marcha. Em quase oito horas, a PM contabilizou 57 ocorrências, todas relativas a crianças perdidas.

"Não houve nenhum entrevero, nenhum mal súbito", admirava-se o Major Chagas, comandante da operação. "Eu nunca havia participado de um evento tão tranqüilo como esse. Já fiz vários shows no Anhembi e sempre sai briga ou alguma rixa por causa da bebida", observou.

O maior trabalho da Polícia Militar durante o show foi impedir que os ambulantes adentrassem à área restrita.

"Posto Médico de Cristo"

No Posto Médico, o número de atendimentos foi inferior a cem. "A maioria das pessoas passaram mal porque se empolgaram com o show e ficaram sem comer ou sem beber água", comentou a enfermeira Alice Maria, uma das responsáveis pelo posto.

Também foram atendidas pessoas com pressão baixa e com pequenos ferimentos em conseqüência de quedas ou pisões no pé. O posto foi composto por três médicos e 28 enfermeiros, todos evangélicos, e ainda contou com o apoio de 130 homens do Corpo de Bombeiros.

Foto: Rodrigo Borba

veja também