Organização cristã resfata indiana de tráfico sexual

Organização cristã resfata indiana de tráfico sexual

Atualizado: Segunda-feira, 20 Dezembro de 2010 as 8:30

Logo após um recente resgate de seis meninas na cidade de Mumbai por membros do Missão de Resgate Indiano  (IRM, sigla em inglês), uma outra missão ocorreu. Na terça-feira, 14 dezembro de 2010, a IRM juntou-se com a polícia de Maharashtra para invadir um prostíbulo localizado numa zona da luz vermelha na cidade de Sangli, no estado de Maharashtra.

Junto da organização cristã a polícia entrou em ação em Maharashtra. Eles realizaram o assalto depois que a equipe de investigações da IRM reuniu informações sobre uma jovem que contou a um dos agentes secretos da sua aversão total ao comércio do sexo e expressou sua vontade de sair dele.

Segundo a investigação da IRM, a garota foi alvo de tráfico de Andhra Pradesh. A polícia a resgatou com sucesso do bordel onde foi mantida em cativeiro e prendeu o dono do local que tinha assumido sua custódia.

De acordo com a garota resgatada, seus pais não tinham conhecimento de que ela tinha sido forçada a se prostituir, achavam que ela estava fazendo algum "trabalho doméstico".

A menina também informou que mandava dinheiro do seu salário para seus pais todos os meses e que ela tinha duas irmãs mais novas.  Ela irá perante o tribunal e, em seguida, fará teste médico para determinar a sua idade.

veja também