Os seguidores do Sapo rei

Os seguidores do Sapo rei

Atualizado: Terça-feira, 17 Maio de 2011 as 12:39

2 Coríntios 10:7-8: Olhais para as coisas segundo a aparência. Se alguém confia de si mesmo que é de Cristo, pense outra vez isto consigo, que, assim como ele é de Cristo, também nós o somos. Pois, ainda que eu me glorie um tanto mais da nossa autoridade, a qual o Senhor nos deu para edificação, e não para vossa destruição, não me envergonharei.

A primeira impressão dá é que os coríntios foram muito impactados com o carisma, o domínio de palco e o modo como se apresentava um obreiro local.

Uma das características do neófito é se comparar com quem está mais adiante: Paulo e severo nas cartas. mas frouxo pessoalmente, falou com soberba. Autoridade não é conquistada com voz grossa. cara feia e peito estufado, mas com amor.

Paulo era um exemplo de cristão reconhecido internacionalmente. Talvez não como modelo de orador, mas como exemplo de vida.

Paulo evitou utilizar a sua autoridade com ostentação, ao contrario, se mostrava como um serviçal, o que, inclusive provocou comentários depreciativos.

Leve em consideração. que naquela sociedade, as autoridades eram soberbas, não dirigiam a palavra para a gentalha, não toleravam qualquer tipo de contestação e se porventura fizessem alguma aparição publica, faziam-no rodeados por um forte aparato de segurança.

A soberba torna as pessoas implacáveis e temperamentais. Não custava nada cortar a cabeça de alguém, pois eram também juízes.

Parece que o modelo preferido pelos atuais líderes religiosos não é o de Paulo, mas o modelo dos déspotas.

Ubirajara Crespo é pastor, escritor, conferencista, editor e diretor da Editora Naós.

Visite o Blog sob Nova Direção -  http://sob-nova-direcao.blogspot.com/

veja também