Padre embriagado é acusado de agredir paroquiano

Padre embriagado é acusado de agredir paroquiano

Atualizado: Quinta-feira, 1 Abril de 2010 as 12

Um padre embriagado é acusado de ter dado um soco em um paroquiano que assistia a um funeral em uma igreja próxima a Toulouse (França), provocando a indignação da família e a consternação do arcebispo.

''O padre cambaleava e disseram a ele que não podia trabalhar em tais condições. Então, voltou ao seu automóvel. Como foi impedido de dirigir, saiu correndo e caiu. Um amigo de meu sobrinho quis ajudá-lo a se levantar, e o padre deu um soco na cara dele'', afirmou Gerar Tillier, irmão da falecida.

''Um padre que bate em seus paroquianos é algo nunca visto, e que apareça bêbado, melhor nem falar'', disse Tillier, escandalizado.

A família chamou as autoridades, que prenderam o padre, um burquinense de 46 anos.

Em um comunicado divulgado nesta quinta-feira, o arcebispo de Toulouse, Robert Le Gall, classificou a atitude do padre de ''atrevida e claramente indigna na circunstância que envolve todos nós''.

''O padre Bonaventure, apesar de ser respeitado e apreciado nas paróquias de Muret, se apresentou para um funeral em um estado incompatível com esse trabalho. Mais uma vez apresento minhas desculpas à família'', declarou o arcebispo.

veja também