Para fugir da violência no carnaval, evangélicos optam por acampamentos

Para fugir da violência no carnaval, evangélicos optam por acampamentos

Atualizado: Segunda-feira, 28 Fevereiro de 2011 as 11:12

Violência durante festejos é um dos motivos para que famílias procurem acampamentos evangélicos ou católicos.

Membro da igreja Batista Ebenézer Mananaim do bairro da Serraria, Luciano José optou por um retiro evangélico Para aqueles que gostam do carnaval, a festa mais popular do Brasil é sinônimo de folia, curtição, beijo na boca, sexo ou até mesmo de desordem. Mas existem pessoas que preferem passar o momento carnavalesco de um jeito, digamos assim, alternativo, o “carnaval diferente”. Normalmente quem procura esse caminho são as igrejas evangélicas ou católicas.

Mas há um motivo para que essas pessoas busquem o “carnaval diferente”, causa que é reconhecida na atual sociedade como violência. “Ninguém hoje quer ser vítima das brutalidades proporcionadas pelo ser humano. Por isso, minha família e eu, todos os anos, procuramos um retiro evangélico para nos afastarmos do período carnavalesco”, disse Luciano José, membro da igreja Batista Ebenézer Mananaim, situada no bairro da Serraria.

Para o pastor da igreja Batista Ebenézer Mananaim, Wellington Barbosa da Silva, o propósito real de um retiro no carnaval é fazer com que as famílias se retirem do meio aonde habite o pecado ou a violência. “No acampamento, proporcionamos para as pessoas, através de Jesus Cristo, a edificação espiritual, ou seja, a leitura da palavra de Deus [Bíblia], momentos de oração e comunhão com os irmãos da igreja”, explicou.

“Vários pais procuram o retiro porque há uma necessidade de que seus filhos não se envolvam com eventos ruins que o carnaval oferece, pois eles acreditam que o acampamento se torna um lugar seguro para a família no período carnavalesco”, ressaltou o pastor Wellington Barbosa.

Foi com este mesmo pensamento, de escapar da violência, que a jovem católica Raissa Cristina Barros Pereira e mais dez amigos do grupo Encontro de Jovens com Cristo (EJC), da Paróquia Nosso Senhor do Bonfim, no bairro do Poço, organizaram um retiro para jovens que durará três dias.

“Perdi a vontade de participar do carnaval pelos problemas que a festa atrai, como roubos, mortes e drogas. E no retiro estarei distante dessas desordens, divertindo-me com pessoas boas e em um lugar bem reservado”, comentou.

veja também