Passion reúne universitários de todo o País em São Paulo

Passion reúne universitários de todo o País em São Paulo

Atualizado: Segunda-feira, 26 Maio de 2008 as 12

Da Redação

O último final de semana foi marcante para muitos jovens universitários da cidade de São Paulo, e de todas as partes do país. É que o evento internacional Passion World Tour passou pela cidade e permaneceu por dois dias, começou na noite de sexta-feira, 23 de maio, e acabou na noite de sábado, 24. O local escolhido para o acontecimento foi a Via Funchal.

A noite de sexta-feira começou com uma animação digital sobre o Passion, na seqüência, o cantor americano Cris Tomlin e sua banda ministraram alguns cânticos, um deles com participação da cantora Ana Paula Valadão, do Ministério Diante do Trono.

A cantora Nívea Soares e seu esposo Gustavo Soares, ministra e músico, também do Diante do Trono, estavam presentes e assistiram a conferência. "É um tempo de despertar dessa galera da universidade, um despertar ao Senhor. Muitos estão saindo daqui diferentes em relação a Deus, as almas e aos perdidos. Eu creio que o propósito está sendo cumprido" afirmou Nívea .

A exposição da Palavra e recepção ficaram sob a responsabilidade de Louie Giglio, diretor da conferência Passion. Giglio enfatizou que o propósito desse acontecimento é fazer a fama de Jesus em todo o mundo e que o Brasil não seria mais o mesmo depois desses dias em que Deus falaria aos corações de todos os presentes. Destacou também as importâncias da Graça Divina e Salvação. "Deus não existe por minha causa, mas sou eu que existo por causa dele", afirmou o diretor do Passion.

Foi lido um relato de uma garota que se converteu por meio de o testemunho de sua colega de quarto, que havia participado de uma das conferências do Passion nos Estados Unidos.

Na manhã de sábado, os louvores ficaram cargo de David Crowder Band e a mensagem foi dada pelo pastor Francis Chan, de Los Angeles.

O pastor Chan contou um pouco de sua história. Ele teve uma infância marcada pelas perdas de seus pais e responsáveis, mas essas situações fizeram com que ele buscasse conhecer melhor a Deus, pela Bíblia. Conclamou aos presentes a atentarem para a grandeza de Deus e que os momentos de oração e meditação na Palavra não poderiam ser banais, mas cheio de intimidade e temor.

Após esse momento, os universitários receberam o almoço, um modelo parecido aos americanos.  Cada pessoa recebia um caixa com pão, suco, maçã, bolo, água e bolacha e foram conduzidos ao quarteirão próximo para que pudessem se acomodar e fazer o lanche.

Os universitários voltaram à tarde, mais uma vez foram ministrados por Cris Tomlin e Louie Giglio.

À noite, no encerramento do Passion, Giglio lembrou do compromisso que os brasileiros tinham em ofertar e orar para que os estudantes de Kampala, Uganda, tivessem também a oportunidade de ter uma conferência. Assim como os universitários de Kieve deram liberalmente e oraram para que o evento ocorresse no Brasil. O total ofertado pelos brasileiros foi de R$24 mil.

A mensagem foi novamente do pastor Francis Chan. Ele fez os jovens pensarem a respeito de não serem mais escravos, mas filhos de Deus, e orou pelos que tinham dúvida sobre o perdão de Deus.

Durante toda a conferência, foi falado sobre a importância de não haver separação entre as profissões sagradas e as seculares, que Jesus precisava ser conhecido em todas as áreas da sociedade.

Nos agradecimentos finais, o diretor do Passion comentou sobre a participação do público nos louvores. Mesmo sendo ministrados em inglês, os brasileiros cantavam e interagiam com os ministros, fato que os deixaram surpresos.  

   

Fotos de Marcella Cavicchioli

veja também