Pastor adverte sobre o jugo desigual: "A Bíblia é muito clara sobre casar com incrédulos”

Tim Challies diz que a Bíblia é muito clara sobre o assunto e não deixa qualquer dúvida sobre casar com não cristãos.

fonte: Guiame

Atualizado: Domingo, 18 Fevereiro de 2018 as 12:17

O pastor salienta que é importante observar como seu namorado ou namorada se comporta com a família. (Foto: Reprodução).
O pastor salienta que é importante observar como seu namorado ou namorada se comporta com a família. (Foto: Reprodução).

O pastor e autor cristão Tim Challies, da Grace Fellowship Church em Toronto, Ontário (Canadá), alertou que os cristãos não devem se casar com incrédulos. O seu conselho faz parte de uma discussão mais ampla sobre o tema: "O que há de errado com o namoro cristão?".

Ele diz: "A Bíblia deixa muito, muito claro que um cristão só pode se casar com outro cristão. Você não pode se casar com alguém que é um incrédulo. Você não deve se casar com alguém o qual você não tem certeza se é realmente cristão. Absolutamente. A primeira coisa a se perguntar é se essa pessoa é um crente em Jesus Cristo", aconselhou Challies.

"Pode parecer muito fácil quando se pensa: ‘Essa pessoa está quase lá’, ou ‘essa pessoa realmente me ama’, e ‘ele prometeu que não interferirá’. Mesmo assim, você não deve se relacionar", afirmou.

"Há bons motivos para isso. Estas coisas podem parecer fáceis agora, quando você está realmente apaixonado. Você poderia fazer qualquer coisa para se casar. Mas, em algum momento isto se tornará mais difícil e haverá consequências", colocou.

Interesses comuns

Quanto aos cristãos que finalmente encontraram parceiros também cristãos, ele ressalta uma outra questão, a compatibilidade. "Vocês tem interesses comuns? Vocês tem objetivos comuns?", indagou.

O pastor salienta que é importante observar como seu namorado ou namorada se comporta com a família. Ele também observou que os cristãos não devem namorar sem nenhum objetivo em mente. "Deve haver a visão de casamento no namoro. Mas sem complicar as coisas”, continuou ele.

"Eu acho que um cara e uma garota solteira podem mostrar interesse, fazer coisas casuais juntos e simplesmente acabar tendo essa conversa. Estamos namorando agora? Eu realmente gosto de você. Podemos progredir?", disse o pastor. “Então, como cristãos, acho que só precisamos tornar isso mais simples”, finalizou.

veja também