Pastor angolano elogia sistema democrático

Pastor angolano elogia sistema democrático

Atualizado: Terça-feira, 6 Abril de 2010 as 12

No title O pastor da Igreja Evangélica Cristã em Angola (IECA), Jeremias Antônio Gaspar, elogiou os esforços empreendidos pelo governo na construção e recuperação de infra-estruturas sociais em todo o país e que hoje estão oferecendo uma melhor forma de vida à população de todo o país.

Jeremias Gaspar, que falava durante um culto ecumênico dedicado ao oitavo aniversário da paz e reconciliação nacional em Angola, testemunhado pelo ministro da Administração do Território, Bornito de Sousa, e do governador provincial, Eusébio de Brito Teixeira, lembrou que "as guerras só causam o sofrimento das sociedades" e que "a democracia é o regime mais aconselhável para o desenvolvimento das mentes das pessoas por incluir diferentes correntes de opinião".

"A aceitação de correntes de opiniões, promove a tranquilidade e a estabilidade de uma nação", disse, acrescentando que "o povo já aprendeu ao longo dos anos a dizer sim, mas também é necessário dar-lhe a possibilidade de falar daquilo que não está correcto". Jeremias Antônio Gaspar disse ainda que o respeito pela diferença de opiniões permite a liberdade de escolha e de consciência, uma vez que "a ninguém deve ser imposto comer alimento que lhe faz mal".

O ministro da Administração do Território visitou ontem a comuna do Missombo, a 15 quilômetros da cidade de Menongue, para ver de perto o campo de concentração, onde o regime colonial mantinha encarcerados milhares de angolanos, que reclamavam pelos seus direitos. Entre estes presos estavam membros do conhecido "Processo dos 50". No Missombo, Bornito de Sousa visitou também as obras do canal de irrigação que tem uma extensão de nove quilómetros e custou 12 milhões de dólares.  Após a sua conclusão, o canal vai irrigar uma extensão de 300 hectares de terras.

veja também