Pastor aponta poligamia como causa da desestruturação familiar

Pastor aponta poligamia como causa da desestruturação familiar

Atualizado: Terça-feira, 11 Janeiro de 2011 as 3:59

O pastor da Igreja Adventista do 7º Dia no Moxico, Ângelo Paulo Donaldo, apontou hoje, no Luena, a poligamia como a principal causa da desestruturação das famílias angolanas.  

  Falando à Angop, o responsável disse que a poligamia impossibilita a prestação de maiores cuidados aos perante os filhos e os desentendimentos nos lares, situação que prejudica bastante as crianças. Realçou que os filhos devem ser criados num ambiente de harmonia e paz.  

  Para Ângelo Paulo, o homem quando é polígamo dá pouca atenção a família, dai a degradação dos valores cívicos e morais.  

  O religioso louvou a intervenção do Chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos, dirigida a nação, no fim do ano 2010, no qual apontou a família como a "célula básica para a consolidação das famílias".  

  Para Ângelo Donaldo, a delinquência juvenil que hoje afeta a sociedade angolana é fruto da perca de princípios éticos e morais, sendo a família chamada a recuperar estes valores.  

Garantiu que este ano a Igreja Adventista no Moxico vai realizar palestras, campanhas de sensibilização e aconselhamento dos cônjuges e seus filhos, através da área que vela pelo Lar e Família, com forma de contribuir na recuperação dos valores éticos e morais.  

veja também