Pastor celebra livramento de ataque a bomba do Boko Haram contra igreja, na Nigéria

Terrorista chegou a entrar com os dispositivos em uma igreja em Kaduna, mas foi abordado e preso.

fonte: Guiame, com informações do PM News Nigeria

Atualizado: Sexta-feira, 7 Fevereiro de 2020 as 5:16

Bispo David Oyedepo, fundador e presidente da Living Faith Church Worldwide, na Nigéria. (Foto: Reprodução/Daily Post)
Bispo David Oyedepo, fundador e presidente da Living Faith Church Worldwide, na Nigéria. (Foto: Reprodução/Daily Post)

Fundador e superintendente geral da Igreja Living Faith, mais conhecida como Chapel International dos Vencedores, o bispo David Oyedepo condenou o homem que tentou bombardear sua igreja no estado de Kaduna.

Ele testemunhou aos fiéis durante o período de oração, que a ação do terrorista do Boko Haram falhou graças às orações. “É prova da onipresença de Deus e do milagre de Jesus”, disse.

Chamando o grupo terrorista de “sistema mais irresponsável e assassino que temos hoje”, Oyedepo disse que o ataque não teve êxito por causa do “nome de Jesus, pela autoridade apostólica sobre minha vida e selo profético na minha testa”.

O pastor disse que aquela reunião era para agradecer a Deus: "Estamos aqui nesta manhã para celebrar Jesus por nos libertar de uma morte tão grande".

Ele relatou aos presentes que “houve uma tentativa fracassada de bombardear uma de nossas igrejas em Kaduna ontem”.

"Esse agente do diabo já entrou no local, se encaminhou para o banheiro, mas foi abordado e preso”, contou.

"Primeiro, isso é uma prova de que Deus está em nosso meio ... e estamos aqui para celebrar sua fidelidade”, disse.

Oyedepo disse ainda que as autoridades que apoiam “esses assassinos insensíveis” sofrerão consequências disso.

“Seus dias estão contados. Este profeta está dizendo que o reino será tirado de vocês. É impossível que esses assassinos estejam à solta sem que algumas autoridades os apoiem”, disse.

Ele lamentou a violência espalhada pelos terroristas: “Tantas vidas preciosas foram desperdiçadas nas últimas duas semanas”.

O Boko Haram é um dos principais grupos terroristas responsáveis por sequestros e assassinatos de cristãos na Nigéria.

veja também