Pastor comenta a vergonha de ser brasileiro no cenário atual

Pastor comenta a vergonha de ser brasileiro no cenário atual

Atualizado: Segunda-feira, 17 Junho de 2013 as 7:16

O pastor Renato Vargens, pastor presidente da Igreja Cristã da Aliança, em Niterói-RJ, escreveu sobre a atual situação do Brasil.
 
No texto, ele comenta os protestos contra o aumento do preço das passagens de ônibus, a violência do Estado, e a vergonha de ser brasileiro. Leia o texto na íntegra:
 
 
protestosVai começar a copa das confederações. E vamos combinar uma coisa? É tudo aquilo que o governo brasileiro precisava não é verdade? Sempre foi assim! O país chafurdado em corrupção e de repente eis que surge um campeonato de futebol para desviar a atenção do povo. 
 
Pois é, em breve ouviremos o povo cantar: “ Eu sou brasileiro, com muito orgulho, com muito amor”.
 
Sou obrigado a confessar que toda vez que ouço milhares de vozes em uníssono gritando entusiasticamente penso com meus botões: orgulho de que?
 
Ora, a violência se multiplica a olhos vistos em todos os grandes centros. Ontem mesmo, a polícia desceu o cacete na população que protestava por mais um aumento abusivo do preço das passagens de ônibus. Ora, Somente este ano milhares de indivíduos tiveram suas vidas ceifadas em virtude da violência em todo território nacional. A nossa taxa tributária é uma das mais altas do mundo; nossos serviços públicos são da pior qualidade; nossa educação é pífia; nossos hospitais falidos; nosso Congresso nacional ou caso prefiram “casa de tolerância” é um dos mais inoperantes de todo planeta, onde dia após dia se multiplicam o número de escândalos fazendo-nos ruborizar diante de tanta desonestidade.
 
Orgulho de que? Como bem afirmou Affonso Romano de Sant'Anna, eu tenho é vergonha de ser brasileiro.
 
“Que vergonha, meu Deus!
Ser brasileiro e estar crucificado num cruzeiro
erguido num monte de corrupção.
Antes nos matavam de porrada e choque nas celas da subversão.
Agora nos matam de vergonha e fome exibindo estatísticas na mão.
Estão zombando de mim. Não acredito.
Debocham a viva voz e por escrito.
É abrir jornal, lá vem desgosto.
notícia é um vídeo-tapa no rosto.
vez é mais difícil ser brasileiro.”
 
Tenho vergonha deste país promiscuo, onde o jeitinho é quem dita as regras. Tenho vergonha dos políticos safados que se locupletam do poder publico, enriquecendo suas contas bancárias lixando-se para as dores dos pobres e miseráveis. Tenho vergonha dos contrabandistas, dos cafetões e cafetinas de colarinho branco, dos que traficam influência, de assassinos, terroristas, corruptos de todos os tipos que transformaram esta nação em covil de salteadores.
 
Isto posto, afirmo com todas as LETRAS: 
 
Eu APOIO toda manifestação publica ORDEIRA pelos direitos do povo. Repudio veementemente a violência, o abuso de poder e o descaso do poder público pelo cidadão. Esse país é uma vergonha! Bilhões de Reais gastos em elefantes brancos é a marca de políticos inescrupulosos que só pensam em si mesmos. Não, o protesto não deve ser por R$ 0,20 somente. Deve ser muito mais do que isso. Deve-se protestar pela fortuna gasta no Maracanã, no Mané Garrincha e outros tantos mais. Pelo descaso com a saúde, com a educação e com a violência que se multiplica a olhos vistos no Brasil.
 
Que Deus tenha misericórdia do Brasil.
 

veja também