Pastor confessa ter matado o próprio filho de 21 anos

Pastor confessa ter matado o próprio filho de 21 anos

Atualizado: Quinta-feira, 2 Dezembro de 2010 as 9:43

Um pastor de 47 anos confessou ter matado o próprio filho após uma discussão no dia 22 de novembro, no distrito Bueno de Andrada, em Araraquara. O homem, que não teve a identidade divulgada, se entregou nesta quarta-feira (1º) à polícia. Anderson Ramos Arruda, de 21 anos, foi morto a tiros em frente à subprefeitura do distrito.

De acordo com a polícia, pai e filho já tinham discutido outras vezes. Em uma delas, o pastor foi ferido pelo filho e parte da casa onde viviam foi queimada. Depois disso, o pastor começou a andar armado. Em uma nova briga, ele baleou o filho.

A polícia ainda aguarda o laudo para confirmar o número de tiros. O acusado alega ter feito um disparo, porém, o rapaz tinha ferimentos no peito e na cabeça.

Como ele se apresentou espontaneamente, por enquanto, o delegado Fernando Bravo não pediu a prisão. Ele foi indiciado por homicídio doloso.  

veja também