Pastor conta como Jesus o libertou do racismo na adolescência: "Era uma crença emocional"

Steven Furtick foi transformado após um encontro real com Jesus. Hoje ele lidera mais de 20 mil pessoas na Elevation Church.

fonte: Guiame, com informações do Christian Post

Atualizado: Quarta-feira, 21 Fevereiro de 2018 as 11:28

Steven Furtick afirma que seu pai o ensinou a ser racista, mas que se arrependeu quando aceitou Jesus antes de morrer. (Foto: Reprodução).
Steven Furtick afirma que seu pai o ensinou a ser racista, mas que se arrependeu quando aceitou Jesus antes de morrer. (Foto: Reprodução).

Steven Furtick, pastor da Elevation Church e o apresentador de rádio Charlamagne Tha God, cujo verdadeiro nome é Lenard McKelvey, retornaram às suas raízes na Carolina do Sul para uma discussão muito importante sobre raça e religião.

A entrevista de 30 minutos mostra os dois homens do mesmo bairro, mas com origens diferentes. Furtick postou o vídeo em sua conta do Twitter, que mostra como suas vidas tomaram rumos diferentes, estabelecendo carreiras bem sucedidas. Um como destaque na mídia nacional e o outro como líder de uma mega-igreja.

Charlamange e Furtick foram na Berkeley Middle School, onde Furtick lembrou de ter sido espancado por estudantes negros por ser filho de brancos. "A Berkeley Middle School foi a pior parte da minha vida", disse o pastor.

"Aqui foi onde eu aprendi a ter medo de pessoas negras. Aprendi isso com meu pai, ele me ensinou isso. Não é uma crença intelectual. É uma crença emocional", ressaltou.

Furtick admitiu o constrangimento que o seguiu por anos por causa dos ensinamentos racistas de seu pai. No entanto, ele confessou que seu coração mudou completamente quando se converteu ao cristianismo.

Aprender a Amar

Ele também explicou que seu pai chegou a se arrepender. Antes de morrer, ele também entregou seu coração a Jesus e aprendeu a amar aqueles que eram diferentes dele.

O radialista Charlamagne admitiu que ele também foi ensinado por seus companheiros negros a "socar um garoto branco". Ele disse que apenas conversas moralmente honestas podem trazer resolução aos problemas raciais que afligem a nação.

Primeiro Furtick, pastor de mais de 20 mil pessoas, descobriu seu chamado para se tornar um ministro da jovens. Ele cresceu como um metodista, mas aprendeu hinos batista com a ajuda de sua mãe antes de começar no ministério da juventude.

Moncks Corner tem uma população de quase 8 mil pessoas, de acordo com o Censo dos EUA de 2010. Com uma maioria (56%) da população sendo branca e 36% sendo residentes negros.

Assista ao vídeo completo abaixo (em inglês):

veja também