Pastor conta como venceu desejos homossexuais: “A Bíblia manifestou graça”

Christopher Asmus conta que a Bíblia foi sua grande amiga na luta contra os desejos homossexuais.

fonte: Guiame, com informações do Desiring God

Atualizado: Quinta-feira, 18 Janeiro de 2018 as 4:51

Christopher Asmus é pastor da Vertical Church, nos Estados Unidos. (Foto:
Christopher Asmus é pastor da Vertical Church, nos Estados Unidos. (Foto:

O pastor Christopher Asmus, da Vertical Church, escreveu um artigo onde ele comenta que já lutou contra a atração por pessoas do mesmo sexo, mas que em Cristo Jesus ele venceu esse desafio. Ele conta como o cristão pode obter vitória sobre tal pecado.

“Eu sou marido, pai e pastor. E durante um tempo, lembro que experimentei atrações do mesmo sexo. Embora eu sempre tenha sido atraído fisicamente por mulheres, eu também já estive em profunda atração sexual por homens. Muitos em nossa cultura chamariam isso de bissexualidade, mas eu acredito que Jesus tem uma palavra melhor”, inicia.

“A ética sexual de nossos dias é ‘eu sinto, portanto, eu sou’. Vemos isso claramente nas conversas sobre ‘identidade de gênero’. Os defensores sugerem que, se alguém se sente atraído pelo seu sexo biológico, essas pessoas são da categoria que se correlaciona melhor com seus sentimentos. Da mesma forma, muitos na nossa cultura diriam que eu era homossexual”, continua ele.

Militância LGBT

O pastor ainda ressalta que os não crentes não entendem o poder do Evangelho. “Muitas vezes, ouvimos declarações como: ‘Você não pode escolher quem você ama, seja fiel a você mesmo’. Ou, ‘Pare de esconder seus sentimentos e abrace quem você realmente é’. Essas declarações significam que seus desejos sexuais realmente o definem. Seus desejos determinam sua definição. Suas atrações sexuais são quem você realmente é”.

“No entanto, a Bíblia não ensina dessa forma. Como resultado da queda do homem, nossos corações estão fora de ordem e sombrios (Romanos 1:21). Em vez de amar a luz e odiar a escuridão, amamos a escuridão e odiamos a luz (João 3:19). E quando nos apaixonamos pela escuridão, pecamos e escolhemos o caminho da morte (Tiago 1: 14-15, Provérbios 14:12)”.

"Em suma, o homem em um mundo caído significa ser atraído por coisas que são contrárias a Deus, coisas que se opõem ao bom plano de Deus para nós e conduzem à morte. Sinto essas atrações para o pecado, e, portanto, eu preciso de um Salvador. Como tenho lutado diariamente contra a atração do mesmo sexo, a Bíblia foi como uma explosão de graça na minha luta".

Libertação

“Os cristãos que lutam contra a atração do mesmo sexo muitas vezes se sentem especialmente envergonhados por essas atrações. Sentimos a perversão de nossos desejos e como resultado, muitas vezes nos sentimos muito sujos para estar em comunidade com os outros, ou para estar em comunhão com Deus”.

“‘Portanto, agora não há condenação para os que estão em Cristo Jesus’ (Romanos 8: 1). Muitas vezes, os cristãos que vivenciam essa atração pecaminosa e se sentem desamparados. À medida que as atrações se intensificam, as tentações se aprofundam. O desejo de um relacionamento do mesmo sexo pode ser tão potente que parece quase impossível de superar”.

“Cristão, por causa da obra realizada de Cristo na cruz, suas atrações do mesmo sexo não têm domínio sobre você (Romanos 6:14); Cristo tem domínio sobre você (Romanos 6:22; Efésios 6: 6). Porque você foi crucificado com Cristo (Gálatas 2:20), você não é mais escravizado pelas suas atrações, mas totalmente livre para rejeitá-las e torná-las impotentes em sua vida (Romanos 6: 6-7). Mesmo em seus momentos de maior tentação, considere-se morto para a homossexualidade e vivo para Deus através da fé em Jesus Cristo (Romanos 6:11)".

veja também