Pastor da AD nos EUA é baleado, mas sobrevive

Pastor da AD nos EUA é baleado, mas sobrevive

Atualizado: Terça-feira, 19 Outubro de 2010 as 8:47

O pastor Mauricio Elizondo da Assembleia de Deus em Dallas (EUA), afirma que a igreja ficou mais forte desde que o filho de um membro de igreja entrou em um culto e disparou contra o rosto do líder dos jovens, pastor Eddie Contreras.

Ele conta que a congregação só chorava. Mas depois do acontecido muitas coisas mudaram. "Alguma coisa está acontecendo aqui, pois as pessoas estão indo mais à oração, estão amando mais e se aproximando mais a Deus".

O Pastor Eddie Contreras se recupera bem dos ferimentos que sofreu no rosto, pescoço e mão esquerda. No momento do ataque, Contreras pregava sobre perseverança na adversidade. "Eu estava dizia: não deixe ninguém ou nada parar o seu louvor, não importa o que virá contra você".

Foi quando Pablo Josué, 20 anos, entrou gritando palavrões e dizendo que eles viviam um falso cristianismo. Contreras ainda tentou acalmar Pablo, mas ele atirou no pastor.

Os 35 jovens que estava presentes correram para se esconder, um deles ligou para o serviço de emergência e outro para o pastor Elizondo, que estava pregando em uma conferência no México.

Quando saiu da igreja Pablo disparou novamente fora. "Então, onde está o teu Deus agora?" Ele foi preso pela polícia a algumas quadras do templo. Ele é acusado de tentativa de assassinato e assalto.

Milagre Contreras passou por uma cirurgia de oito horas e vai precisar fazer fisioterapia para recuperar os movimentos da mão esquerda. A bala perfurou a palma da mão esquerda, entrou na bochecha e atravessou o pescoço.

Surpreendentemente, nenhum osso ou dente foram quebrados em seu rosto, sua voz não foi alterada e artérias importantes não foram perfuradas. O médico afirmou que se a bala passasse a 1,5 milímetros em qualquer direção, ele provavelmente teria morrido.

Pastor Contreras não acredita em sorte, ele afirma que foi providência divina. Ele diz que o Espírito Santo o orientou a levantar a mão, o que ajudou a desviar a bala.

Perdão O milagre maior é o amor e o perdão da congregação com a mãe e a irmã do atirador. A família continua frequentando a igreja. "Eles estão adorando, louvando a Deus, e o mundo precisa saber disso. Nosso Deus nos ensina a perdoar", conta pastor Mauricio Elizondo.

Quando os policiais e paramédicos chegaram a igreja, Contreras, mesmo ferido, perguntava se Pablo estava bem. "Não queria que nada acontecesse com Pablo, porque acredito que ele pode ter uma segunda oportunidade. Nunca nutri qualquer sentimento ruim contra ele ou sua família".

Depois do tiroteio, os pais e pastores de outras igrejas ofereceram aconselhamento para ajudar o jovem a lidar com o que aconteceu. Mas ao invés de ter medo de voltar à igreja, Contreras estava ansioso para voltar. "Eu só quero louvar e adorar a Deus. Quero mostrar para o diabo que ele perdeu novamente. Ele tentou trazer a dor, morte e o medo, mas Deus transformou tudo em bênção, alegria e união”.

veja também