Pastor diz como identificar uma igreja saudável: “Ela deve refletir os valores da Bíblia”

O pastor canadense Tim Challies mostra que alguns indicadores de sucesso não são necessariamente o que as pessoas costumam enxergar.

fonte: Guiame, com informações do Christian Post

Atualizado: Quarta-feira, 22 Agosto de 2018 as 12:47

Jovens orando juntos após um culto evangélico em Toronto, no Canadá. (Foto: Christopher Katsarov/The Globe and Mail)
Jovens orando juntos após um culto evangélico em Toronto, no Canadá. (Foto: Christopher Katsarov/The Globe and Mail)

Algumas características podem identificar se uma igreja está ou não alinhada com o Evangelho, de acordo com o pastor Tim Challies, líder da igreja Grace Fellowship em Toronto, no Canadá.

Em um vídeo publicado no Facebook na segunda-feira (21), Challies observa que algumas pessoas enxergam como indicadores de sucesso o tamanho da igreja, número de batismos e tamanho do orçamento, mas é preciso observar fatores mais profundos.

“Temos que perceber quais são os valores da Bíblia, o que Deus mais valoriza e perguntar: a nossa igreja está combinando com isso?”, indica o pastor.

“Você está vendo pessoas chegando à fé de fora da igreja? Muitas igrejas têm um enorme crescimento interno, mas pouco crescimento externo”, alertou. “Queremos ser uma igreja que está cumprindo o ide e ver as pessoas se voltando para Cristo”.

O pastor também destaca a importância das pessoas que já estão dentro da igreja amadurecerem sua fé. “Algumas igrejas são tão voltadas para fora que seus próprios filhos estão sendo negligenciados”, lamentou.

Challies ainda destacou que a igreja deve se comunicar com a comunidade onde vive e ser influenciadora. “Um dos nossos ideais como cristãos é que nossas igrejas reflitam nossa comunidade, porque isso mostra que estamos alcançando as pessoas ao nosso redor. Deus nos colocou em locais geográficos, esperamos alcançar as pessoas ao nosso redor”.

Outro fator importante sugerido pelo pastor canadense é a unidade entre os cristãos. “As pessoas da sua igreja gostam de ficar juntas? Se não, isso provavelmente significa desunião”, observa. “Um corpo não quer ser desarticulado, mas ser unido”.

Observando outro ponto, Challies questionou: “Sua igreja gosta de orar? Precisamos de igrejas que oram, e temo que poucas igrejas são intercessoras. Vocês oram durante a semana? Sua igreja se reúne para orar? A oração é instrumental ou apenas suplementar?”, questiona.

veja também