Pastor diz que Deus mandou o dilúvio por causa do homossexualismo

Pastor diz que dilúvio foi motivado pelos homossexuais

Atualizado: Segunda-feira, 30 Julho de 2012 as 11:33

Chick-fil-A é uma rede de lanchonete que passou por uma onda de boicote após declarar que não apoia entidades que lutam pelos direitos homossexuais.

Após o início do boicote nos Estados Unidos, o pastor Aaron Fruh, da Assembleia de Deus de Knollwood, no Alabama, fez algumas declarações polêmicas.

Uma delas aponta o homossexualismo como causa de Deus ter mandado o dilúvio. “Deus sabia que as pessoas na Terra iam destruir a si mesmas com o casamento gay. Então, Deus provocou o dilúvio", disse ele.

O pastor ainda desafiou os ouvintes de uma rádio: “Encontre qualquer sociedade na história humana que já tentou essa experiência [apoiar o casamento homossexual] e sobreviveu para contar como foi. Todas elas foram destruídas.”

“Deus sabia que as pessoas na terra iam destruir-se através do casamento com o mesmo sexo e por isso que ele enviou o dilúvio”, completou Fruh.

Associações LGBT têm se manifestado contra o pastor e outros cristãos. Ao mesmo tempo os cristãos também abraçaram um movimento a favor do 'casamento bíblico'.

Leia também:

“Temos um tesouro no meio das pernas", diz Sarah Sheeva

Judoca agradece a Deus por medalha olímpica


com informações da Tribuna Hoje

veja também