Pastor e jornalista critica pensamento que relaciona religião à falta de inteligência

Pastor e jornalista critica pensamento que relaciona religião à falta de inteligência

Atualizado: Segunda-feira, 20 Abril de 2009 as 12

Um comentário sobre preconceito religioso feito pelo jornalista e pastor Macéias Nunes, da Igreja Batista do Leme, do Rio de Janeiro, na edição número 12 da Revista Soma conduz à reflexão e merece a citação. Ele diz: "Por mais de uma vez, nas várias mídias, jornalistas brasileiros demonstram certo assombro diante do espaço ocupado pela religião na sociedade americana, na política em especial. O espanto até se justifica, num país onde uma casta supostamente intelectual entende que ter preconceito contra a fé religiosa é sinal de sabedoria. Na realidade, somos um país colonizado até por causa desse preconceito. O sujeito que de saída descarta a religiosidade como uma atitude séria, consciente e inteligente diante da vida está desprezando olimpicamente a experiência de muita gente melhor do que ele".

"E o mais paradoxal é que esse preconceito decorre exatamente de uma crença religiosa na força da ideologia, nos dogmas da ciência e nos imperativos da política. Esse vício de origem seria superado se estes falsos intelectuais cumprissem o primeiro mandamento no decálogo dos verdadeiros intelectuais: desconfiar de suas próprias idéias", refletiu Macéias Nunes.  

veja também