Pastor é preso após exigir indenização de igreja

Pastor é preso após exigir indenização de igreja

Atualizado: Segunda-feira, 13 Setembro de 2010 as 7:52

O pastor evangélico Valdiney do Nascimento Morais, 49, foi encaminhado à Delegacia de Flagrantes (DEFLA), na última quarta-feira (8), após causar tumulto na sede da Igreja Mundial do Poder de Deus, no bairro Preventório, e liberado mais tarde depois de um acordo com a direção do templo.

Valdiney, que estava em companhia de sua esposa, se mostrava irritado com a maneira que foi tratado por dirigentes. Segundo ele, há pouco mais de dois meses  foi trazido do Rio de Janeiro para pregar a palavra de Deus em Tarauacá. Devido a alguns desentendimentos, achou que deveria retornar para a terra natal.

Ele procurou a direção da Igreja Mundial do Poder de Deus e pediu as passagens para voltar e alguma compensação financeira, o que lhe teria sido negado. As informações são de que ele teria ficado irritado dentro da igreja e teve que ser contido por seguranças.

Na Central de Flagrantes, o pastor disse que em momento algum foi violento ou ameaçou qualquer pessoa, e que na realidade foi humilhado pelos seguranças.

Numa audiência com o delegado Adriálvaro Jorge, que era o plantonista do dia, a Igreja Mundial do Poder de Deus, por meio de um de seus representantes desistiu de representar contra o pastor, e se comprometeu em dar as passagens para que este voltasse com a esposa para o Rio de Janeiro.

veja também