Pastor e vereador, Simeyzon Silveira, critica marcha da Maconha

Pastor e vereador, Simeyzon Silveira, critica marcha da Maconha

Atualizado: Quarta-feira, 29 Junho de 2011 as 11:12

Vereador em Goiânia e também pastor do Ministério Luz Para os Povos, Simeyzon Silveira, se diz estarrecido com a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), no último dia 15, que liberou as marchas em favor da legalização das drogas. “Tenho certeza absoluta que esta decisão não à vontade e anseio dos cidadãos de bem desta nação! Essa decisão está na contra mão daquilo que lutamos e sonhamos para nossa sociedade. O que queremos é um país livre das drogas”, afirma ele, que acredita que liberar a marcha pela legalização da maconha é liberar a luta pela degradação social.

Para o parlamentar, se essa moda pegar, daqui a pouco outros coisas que influenciam negativamente à sociedade também podem ser liberadas, como pedofilia e aborto. “É dever de qualquer entidade, seja ela Judiciária, Legislativa, Executiva , Religiosa ou Social, defender a sociedade, sua ordem e sua saúde.O Supremo está literalmente mareado com o clamor e a pressão de uma minoria barulhenta que não está preocupada com o dia de amanhã”.

Se o Supremo aprovar a legalização das drogas no Brasil, Simeyzon acredita que o trabalho de recuperação dos usuários não vai ficar por conta do Estado, e sim das famílias e igrejas que fazem um trabalho quase que solitário de recuperação.  

veja também