Pastor faz batismos online durante pandemia: “Zelo pela vida das ovelhas”

Os batismos na Comunidade Batista do Rio de Janeiro têm sido feitos através de uma cerimônia online devido à pandemia do coronavírus.

fonte: Guiame, com informações do UOL

Atualizado: Terça-feira, 7 Abril de 2020 as 10:38

Pastor Pedrão tem feito batismos pela internet na Comunidade Batista do Rio. (Foto: Divulgação)
Pastor Pedrão tem feito batismos pela internet na Comunidade Batista do Rio. (Foto: Divulgação)

Em meio a pandemia do coronavírus, o pastor Pedro Correia teve que inovar a forma de realizar batismos na Comunidade Batista do Rio de Janeiro. Desde o último sábado (4), os membros da igreja têm sido batizados em cerimônia online, através da plataforma Zoom. 

A preocupação do pastor, também conhecido como Pastor Pedrão, é evitar contato e respeitar orientações de isolamento social da Organização Mundial da Saúde (OMS). Até agora foram realizados 18 batismos virtuais, segundo a igreja.

“Enquanto pastor, zelo pela vida das minhas ovelhas. Não posso expor ninguém. Cancelei os cultos presenciais assim que o fim das aglomerações foi recomendado. Dias depois, soube que o pai de uma pessoa que seria batizada na igreja estava com Covid-19. Imagine se ele contaminasse cem pessoas? Meu papel é defender o isolamento social”, disse Pedrão em entrevista ao UOL.

No batismo virtual, os mergulhos são trocados por um balde d'água, que são transmitidos pela igreja em um monitor. Pedrão sabe que a inovação pode gerar críticas, mas se diz preparado para respondê-las.

“Na Grande Comissão, Jesus disse que 'temos que ensinar, batizar e evangelizar'. Temos cultos online só por um motivo: temos pessoas querendo ser batizadas, dentre elas, pessoas do grupo de risco. Eu até poderia realizar um batizado presencial por vez, sem promover aglomerações e resguardar essas pessoas. Mas, nesse caso, estaria dando um péssimo exemplo”, explica. 

“Eu sei que vai ser babado, que vai ter gente falando pelos cotovelos, mas eu tenho a carcaça preparada para isso. Sou descolado na forma, mas conservador nos costumes. Não faço nada que agrida alguém”, acrescenta o pastor.


Pastor Pedrão em transmissão de culto online na Comunidade Batista do Rio. (Foto: CBRio)

Falando sobre o conceito do batismo, o pastor Pedrão explica que “o batismo na religião evangélica corresponde ao momento em que o fiel assume publicamente ser um seguidor de Jesus e morre para uma vida de pecados. Ao passar pelo batismo, essa pessoa ressuscita para uma vida em Cristo. Assim, tornando-se membro da nossa igreja”.

O Pastor Pedrão também é conhecido por ter celebrado o casamento do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), no ano passado. O filho do presidente foi um dos participantes dos cultos online, que passaram a ser realizados há duas semanas.

“Quando realizados presencialmente, temos 700 pessoas aglomeradas, coladas umas nas outras na igreja. Nosso último culto online, teve 4.000 espectadores e, para quem dizia que isso seria sinônimo de briga ou indisposição com a família Bolsonaro, devo avisar que o Eduardo [Bolsonaro] participou e comentou com o desenhos de duas mãos juntas, indicando que estava em oração”, afirma. 

veja também