Pastor leva tanque à casa de mulher para batizá-la durante a quarentena

Com o uso de uma caixa d'água em cima de uma caminhonete, nova membro da igreja foi batizada na presença apenas de familiares.

fonte: Guiame, com informações do G1

Atualizado: Quarta-feira, 15 Abril de 2020 as 9:13

Mulher é batizada em casa durante a pandemia do coronavírus. (Foto: Oséias Sallazar)
Mulher é batizada em casa durante a pandemia do coronavírus. (Foto: Oséias Sallazar)

Uma mulher de Tatuí, no interior de SP, foi batizada em sua casa devido ao surto de coronavírus. Para realizar o batismo, o pastor levou uma caixa d´água, que funcionou como um tanque batismal, em cima de uma caminhonete até a residência da mulher que está em quarentena.

A disposição do pastor Vinicius Armele atendeu o desejo de Walkiria Aparecida Silva Costa de ser batizada mesmo a igreja estando fechada para cultos.

A cerimônia religiosa contou com a presença apenas dos familiares de Walkiria, que desejava o batismo ainda antes de começar a pandemia.

"Nesse momento de pandemia nossas igrejas estão fechadas, mas os corações continuam abertos. Preferimos não fazer o batismo na igreja para evitarmos problemas e para não dar a entender que estávamos indo contra o governo", diz o pastor.

Tanque para batismo foi colocado sobre caminhonete. (Foto: Oséias Sallazar)

"Trazer o tanque batismal foi a melhor solução que encontramos. Assim como a Walkiria, outras pessoas estão tomando a decisão pelo batismo e da mesma forma vamos em suas casas, com a caminhonete e o tanque batismal", completa Vinicius.

Walkiria frequenta a igreja há dois anos, mas tomou a decisão pelo batismo recentemente. Porém a mulher conta que ficou apreensiva depois que começou a pandemia, achando que não conseguiria se batizar tão cedo.

"Não era o que eu imaginava, afinal eu imaginava batizar na igreja, com meus amigos todos juntos. Mas sei que todos estão juntos em comunhão, em oração, e isso é o que me deixa mais feliz", afirma Walkiria.

O batismo aconteceu durante a Semana Santa, que segundo o pastor, é um período que muitas pessoas sentem o desejo de se batizar. Depois do batismo de Walkiria, o método de batismo delivery se popularizou, comentou o pastor.

"Aqui na minha igreja os membros deram o nome de Caminhonete da Esperança, afinal você não precisa sair de casa pra encontrar Jesus, Ele vai até você", conta o pastor, que usou luvas e máscara, assim como Walkiria, para se proteger o máximo possível durante a cerimônia religiosa.

veja também