Pastor Lucinho responde críticas sobre foto cheirando a Bíblia

Pastor Lúcio responde críticas sobre foto cheirando a Bíblia

Atualizado: Sexta-feira, 31 Agosto de 2012 as 9:16

Nesta semana, uma foto do pastor Lúcio Barreto, mais conhecido como pastor Lucinho, cheirando a Bíblia causou polêmica e foi publicada até no G1, portal da Globo.

Em forma de vídeo, Lucinho resolveu responder às críticas e explicar o que o motivou a tirar a foto.

“Eu cheirei a Bíblia porque a gente cheira tudo que ama: você cheira um prato de comida gostoso, você cheira um perfume, você entra dentro de um carro zero e cheira, você cheira a pessoa amada”, disse ele.

Para ele, cheirar a Bíblia não é desrespeitá-la. “Sabe o que é desrespeitar a Bíblia? primeiro é não lê-la, é o maior best-seller do mundo e o povo não lê. Lê tudo, lê Facebook, lê a folha de São Paulo, lê a revistinha da Mônica, lê os e-mails, mas o livro sagrado as pessoas não lêem, isso é desrespeitar”, explica.

O pastor também conta que já fez outras loucuras como comer a Bíblia, andar com ela direto por 30 dias, entre outras coisas.

“Eu cheirei o livro e vou continuar cheirando esse livro, eu sou louco pela Bíblia. Ao cheirar o livro eu não estava fazendo nada para os religiosos (...). Aquela imagem não é para os sãos, mas para os doentes, para aqueles que dizem – ‘Qual outra opção existe a não ser a droga?’(...). Ao cheirar a Bíblia eu estou dizendo há uma outra opção de prazer e alegria muito maior que a droga que é a palavra de Deus."

Leia também:

Pastor Lucinho causa polêmica com foto 'cheirando' a Bíblia

Sarah Sheeva cria polêmica com oração em línguas no twitter


com informações do Christian Post

veja também