Pastor Marcos Pereira rebate acusações de envolvimento com a morte do líder do AfroReggae

'É demônio puro', diz pr. Marcos Pereira sobre acusações

Atualizado: Segunda-feira, 7 Maio de 2012 as 9:18

Pastor da Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Marcos Pereira foi acusado de envolvimento com a ameaça de morte ao líder do AfroReggae.

Ele esteve na Delegacia de Combate as Drogas do Rio de Janeiro (Dcod) na última quarta-feira, dia 2, e afirma ter rebatido as acusações feitas por José Junior.

O pastor, que trabalha na recuperação de dependentes químicos e ressocialização de presos das penitencias, está sendo investigado pela polícia do Rio de Janeiro em decorrência da denuncias feitas pelo então líder do Afro-Reggae, o qual acusa o pastor de envolvimento com o crime e de ter o ameaçado de morte.

“Essa mentira, essa farsa está sendo toda ela desfeita né, isso não existe, o trabalho social que eu faço e a igreja faz é exemplar", disse Marcos Pereira.

Ao ser perguntado pelo repórter do Extra sobre a quem ele atribuía as acusações, o pastor respondeu: 'É demônio puro'.


com informações da folhagospel

veja também