Pastor Mark Driscoll prega a diferença entre crime e pecado

Pastor Mark Driscoll prega a diferença entre crime e pecado

Atualizado: Segunda-feira, 20 Agosto de 2012 as 9:37

Em um sermão intitulado 'Jesus nos reconcilia', o pastor Mark Driscoll, da Igreja, Mars Hill de Seattle, lamentou o fato de algumas igrejas não denunciarem alguns crimes. 

"Há uma diferença entre um pecado e um crime. Um pecado é algo que os cristãos devem lidar com a presença de Deus. Um crime é algo que temos de denunciar às autoridades", disse ele.

Como exemplo, ele citou um pessoa que confessava a um pastor que estava pensando em matar outra pessoa. "Chame a polícia", ensina Driscoll, "não basta tentar lidar com isso como uma questão de igreja, porque isso é uma questão jurídica."

Mulheres que não chamavam a polícia para os maridos que abusavam dos filhos também foi outro exemplo criticado pelo preletor.

"Nós não escondemos crimes. Romanos 13 diz para obedecer à autoridade de governo. Então, se alguém é sexualmente assediado você deve ligar para a polícia. Se você está trabalhando para uma empresa e você é um crente, e outra pessoa afirma ser um crente, e você descobre que ele está roubando, eu quero dizer, que isso é real e é realmente muito ruim e você precisa notificar as autoridades competentes na sua empresa e ver quais são suas políticas", explicou Driscoll.

O outro lado da mensagem do pastor, foi o que é considerado 'apenas pecado', como fofoca, por exemplo. Isso sim ele diz que pode ser resolvido com oração. A solução, segundo ele, pode ser a oração pára-raios, que absorve o que é negativo e envia para o solo de maneira que ninguém morre. "Deus é grande o suficiente para lidar com isso. O Deus da Bíblia pode acalmar a sua tempestade."

Leia também:

Estudo revela que cristãos dos EUA não compartilham a fé

Caio Castro pediu a Deus para passar por terremoto



com informações do Christian Post

veja também