Pastor que liderou avivamento na Colômbia ressalta a força da unidade das igrejas

Pastor que liderou avivamento na Colômbia ressalta a força da unidade das igrejas

Atualizado: Terça-feira, 1 Junho de 2010 as 9:55

O café de pastores da Coalização das Igrejas Apostólicas (CIA), realizado no último sábado, 29 de maio, contou com a presença do pastor colombiano Roosevelt Muriel, conhecido por liderar o avivamento que a cidade de Cali experimentou há cerca de 15 anos, quando o narcotraficante Miguel Rodríguez Orejuela, fundador do cartel de Cali, foi encontrado pela polícia.

Em entrevista ao GUIA-ME.com.br, Muriel enfatizou a força contida na unidade das igrejas evangélicas para a captura do criminoso.     

"Quando nos unimos haviam 50 mil pessoas no estádio - batistas, presbiterianos, metodistas. Oramos contra o cartel mais poderoso do mundo que estava na cidade de Cali. Quando oramos, nos impressionamos porque caiu o primeiro chefe, Rodríguez Orejuela. Há muitos anos o buscavam", relembrou o pastor.

Segundo Muriel, a comunhão entre as denominações funciona como "uma pista para que o Espírito Santo aterrisse numa cidade". 

O reconhecimento dos efeitos da oração feita no estádio repercutiu, de acordo com Muriel, junto à sociedade, os segmentos político, empresarial e as classes sociais mais altas.

"Quando o estádio já se fechava, a policia tomou o controle, mas as pessoas queriam saber o que estava se passando lá dentro. Elas saltavam os muros do estádio e lá dentro encontravam salvação, perdão de pecados, nova vida em Cristo, milagres", relatou Muriel, que atua como presidente do Conselho Evangélico da Colômbia (CEDECOL).

Ouça a entrevista:

veja também