Pastor Samuel Ferreira, da AD Brás, declara apoio a José Serra no segundo turno

Pastor Samuel Ferreira declara apoio a José Serra

Atualizado: Segunda-feira, 15 Outubro de 2012 as 3:15

No primeiro turno das eleições em São Paulo, o pastor Samuel Ferreira, presidente da Asslembeia de Deus no Brás, apoiou o candaidato Gabriel Chalita do PMDB.

Chalita não passou para o segundo turno e declarou apoio ao candidato Fernando Haddad (PT), mas Ferreira resolveu declarar apoio a José Serra (PSDB).

As ideias de Marta Suplicy (PT), ministra da cultura, são os motivos de o pastor não apoiar o canditado petista.

"A Marta pensa o avesso do que a igreja pensa. A Marta defende o aborto com alma e corpo. Nós não. A Marta pensa em relação ao movimento LGBT como nós não pensamos. Onde a Marta está não dá para a gente estar", diz o pastor.

Na semana passada, Samuel Ferreira se encontrou com José Serra. Do candidato, diz ter obtido o compromisso de que criará uma comissão "de alto nível" para estudar a flexibilização da expedição de alvarás para as igrejas. "O Serra ficou de, assim que ganhar, levantar essa comissão."

O pastor também cita a criação do 'kit gay', o que considera uma lástima. E afirma que as explicações dadas por Haddad são insatisfatórias.

Leia também:

9ª Semana Acadêmica da IAP: ‘Mais que um discurso, Kerigma é proclamação’

"Não sou moleque comprado para defender alguém", diz Malafaia em resposta a Fernando Haddad



com informações de O Estado

veja também