Pastor sul-coreano diz que caminho para o avivamento é a ‘oração’ e a ‘Palavra de Deus’

O pastor Wan Jung Park, da Coreia do Sul, disse ao Guiame que a oração e a Palavra de Deus são meios para a santificação.

fonte: Guiame, Luana Novaes

Atualizado: Segunda-feira, 5 Agosto de 2019 as 2:54

O caminho para o avivamento é e aprofundar na oração e na Bíblia, de acordo com o pastor sul-coreano Wan Jung Park, em sua primeira viagem ao Brasil.

“Conforme 1 Timóteo 4:5, pela Palavra de Deus e pela oração somos santificados. Somente e tão somente a Palavra de Deus, a verdade de Deus, pode realizar essa obra”, disse Park em entrevista ao Guiame durante a ExpoEvangélica.

O pastor também destaca que, para alcançar uma vida de avivamento, “temos que ser cheios do Espírito Santo através da oração contínua”.

“Em primeiro lugar, nós necessitamos da verdade. Temos a necessidade de orar para sermos cheios do Espírito Santo. E para realizar o objetivo final, as igrejas devem cooperar. Esse é o movimento da restauração da Igreja de Deus”, disse Park.

“Com certeza, o Espírito Santo vai concluir essa obra. Com certeza, Deus vai fazer um encontro entre servos fiéis do mundo inteiro para realizar esse ministério”, acrescentou o pastor sul-coreano.

Park é diretor da organização Elim World Mission, sediada em Seul, capital da Coreia do Sul. Ele afirma que a missão “é um movimento espiritual para despertar as igrejas, para que sejam restauradas e aperfeiçoadas nos últimos dias, para estarem prontas para receber o nosso noivo, Jesus”.

A Elim World Mission tem dois principais focos: líderes e jovens. Para isso, a organização está iniciando o Instituto Bíblico Elim no Brasil. 

“Os pastores devem ser santificados pela Palavra e oração”, observa Park. “Eu creio que os ministros de Deus têm que voltar para a Palavra para serem santificados, para serem preparados para dar as boas-vindas ao nosso Senhor. Os pastores devem se arrepender de seus pecados e voltar para a Palavra do Senhor, isso é o mais importante”.

Em sua primeira visita ao Brasil, Park notou que “muitos servos de Deus têm o desejo ardente de conhecer a verdade” e pretende unir as forças da igreja brasileira com a sul-coreana.

“Quando nós retornarmos à Coreia, estaremos orando continuamente pelo Brasil. Nós queremos realizar uma obra pela qual possamos restaurar as igrejas, cooperando com os ministros brasileiros e coreanos no Brasil”, disse o pastor.

veja também