Pastor usou Bíblia para se defender atirador nos EUA

Pastor usou Bíblia para se defender atirador nos EUA

Atualizado: Segunda-feira, 9 Março de 2009 as 12

  No último domingo, dia 8 de março, o pastor Fred Winters, morreu em tiroteio que aconteceu em sua congregação no estado de Illinois, nos Estados Unidos. O acontecimento deixou três feridos, incluindo o agressor. De acordo com o portal Terra Notícias , fontes policiais informaram que o atirador falou rapidamente com o pastor e então disparou contra ele.  Um dos disparos atravessou a Bíblia que Winters segurava e provocou o que ser pode comparado a uma explosão de confetes. Em seguida, começou a esfaquear-se diante dos membros da igreja, que não conseguiram impedi-lo. A polícia também informou desconhecer relação entre o pastor e o assassino. De acordo com o Folha Online , 150 pessoas estavam na igreja no momento da tragédia.

Segundo a publicação "St. Louis Post-Dispatch", algumas pessoas que estavam no local imaginaram que fosse alguma encenação. O reverendo Mark Jones, ministro da igreja desde 2002, disse ao jornal que os "membros da igreja devem manter a calma e continuar com as suas vidas".

O atirador tinha sido levado a um hospital local antes de ser encaminhado a um centro em St.Louis. O estado de saúde dele é crítico. O pastor

Winters se tornou pastor sênior da igreja em 1987, quando a instituição tinha 32 membros. Atualmente, a igreja possui 1.200. Fred era casado com Cindy Lee e era pai de duas crianças. O pastor era presidente da associação estadual batista.

veja também