Pastores de "igreja gay" comemoram reconhecimento da união estável

Pastores de "igreja gay" comemoram reconhecimento da união estável

Atualizado: Quinta-feira, 12 Maio de 2011 as 8:34

Os pastores Marcos Gladstone e Fábio Inácio inauguram, neste sábado, o sétimo templo da Igreja Cristã Contemporânea, em Duque de Caxias, Rio de Janeiro. A cerimônia será especial, pois comemora também a vitória conquistada, quinta-feira, com o reconhecimento pelo Supremo Tribunal Federal (STF) da união estável entre casais do mesmo sexo.

- O reconhecimento traz para nós segurança e a sensação de que nós existimos. Estamos juntos há cinco anos, temos dois filhos, mas não éramos uma família reconhecida. É muito ruim saber que o nosso amor é diferente para algumas pessoas. Se a Bíblia diz que Deus é amor, como Ele não reconheceria o amor entre duas pessoas?

A Igreja Contemporânea nasceu há cinco anos para incluir gays no ambiente cristão. Hoje a entidade tem cerca de 1.500 fiéis.

Marcos e Fábio protagonizaram, ano passado, o primeiro casamento entre pastores evangélicos homossexuais do país. Para Marcos, a próxima luta será pela união civil.

- O único direito que falta para nós agora é o casamento. Somos casados no religioso, mas vamos lutar pela união civil.

veja também