Pastores falam da conversão do goleiro Bruno na prisão

Pastores falam da conversão do goleiro Bruno na prisão

Atualizado: Segunda-feira, 4 Junho de 2012 as 11:24

O goleiro Bruno Souza está preso na penitenciária Nelson Hungria, em Minas Gerais, acusado de matar a modelo Eliza Samúdio.

Recentemente foi divulgado que Bruno participava dos cultos evangélicos dentro da prisão e que até seria batizado.

Os pastores Anderson e Aline Duarte, presidente e vice da Igreja Evangélica Restaurando Vidas, relatam que no início houve resistência e desconfiança por parte do jogador.

Ele resolveu se aproximar após dois meses de tentativas e em mais cinco meses ficou pronto para se batizar.

"No começo, ele chegava muito devagar e preocupado. Até mesmo porque a mídia estava batendo muito nele. Antes, não assistia a todas as nossas reuniões. Hoje, ele participa de todos os encontros", conta a pastora.

O casal de pastores explica que o trabalho é realizado há quatro anos na penitenciária e que Bruno não teve nenhum tipo de tratamento especial por ser famoso.

A pastora diz que tudo é feito com muito respeito, pois eles são apenas instrumentos para levar conforto aos presos.

Apesar da notícia do batismo de Bruno, ele não aconteceu. Os pastores foram barrados na entrada no dia do batismo e não puderam realizá-lo.

Não sabemos o que houve. Agora, precisamos de uma autorização da unidade para realizar o batismo. Se não conseguirmos lá dentro, vamos esperar que ele saia. Para nós, será indiferente. O importante é saber que ele colheu frutos para chegar a isso", relata o pastor.



com informações do Extra globo

veja também