Pastores oram por mudanças no Brasil na abertura da Expo Cristã

Líderes e autoridades estiveram no Café de Pastores promovido pela 14ª edição da Expo Cristã, em São Paulo.

fonte: Guiame, Luana Novaes

Atualizado: Sexta-feira, 28 Setembro de 2018 as 1:06

Na sequência, os pastores Edson Rebustini, Márcio Valadão, Walter Brunelli, Jabes Alencar, Jorge Linhares, Josué Gonçalves, Flamarion Rolando e Agenor Duque. (Foto: Guiame/Marcos Paulo Corrêa)
Na sequência, os pastores Edson Rebustini, Márcio Valadão, Walter Brunelli, Jabes Alencar, Jorge Linhares, Josué Gonçalves, Flamarion Rolando e Agenor Duque. (Foto: Guiame/Marcos Paulo Corrêa)

A 14ª edição da Expo Cristã foi iniciada nesta quinta-feira (27) com a presença de pastores e autoridades no pavilhão de exposições do Anhembi, em São Paulo. O encontro foi marcado por orações pelo Brasil e pedidos de mudança no cenário político.

A organizadora da Expo Cristã, Adriana Barros, abriu o Café de Pastores seguida pelo pastor Jabes Alencar, presidente eclesiástico do evento.

Entre os líderes participantes estavam os pastores Claudio Duarte, Márcio Valadão, Estevam Hernandes, Josué Gonçalves,  Jorge Linhares, Agenor Duque, Juanribe Pagliarin, Edson Rebustini, Walter Brunelli e Flamarion Rolando.

O ex-prefeito de São Paulo, João Dória, iniciou a sequência de discursos entre as autoridades. “Tenho participado sistematicamente de cultos evangélicos em São Paulo nos últimos três anos. Quero reafirmar o que tenho dito em cada um desses cultos: eu vou porque gosto”, declarou.


O ex-prefeito de São Paulo, João Dória, em discurso na Expo Cristã 2018. (Foto: Guiame/Marcos Paulo Corrêa)

“Vou porque a oração eleva o sentimento das pessoas e coloca as minhas limitações como ser humano mais próximo de Cristo. Continuem a me convidar porque lá eu estarei, não na condição de político, mas de cristão”, acrescentou.

O ex-governador Geraldo Alckmin também subiu ao palco para discursar, mas foi recebido com vaias e gritos de “Bolsonaros”.

“Meu pai dizia que temos muitos encontros que mudam a nossa vida, mas o maior e mais importante é com a fé, porque é o único que se realiza na perspectiva da eternidade”, disse o candidato à Presidência pelo PSDB, reforçando sua mensagem na última edição da Expo Cristã.

Alckmin também pediu para que os cristãos continuassem orando por ele e declarou: “Feliz é a nação cujo Deus é o Senhor”. O atual prefeito de São Paulo, Bruno Covas, também discursou aos pastores.


O ex-governador Geraldo Alckmin em discurso na Expo Cristã 2018. (Foto: Guiame/Marcos Paulo Corrêa)

Testemunho de restauração

A primeira-dama de São Paulo, Lúcia França, esposa do governador Márcio França, falou sobre a história de vida de seu irmão, Pedro, que deixou as drogas com a ajuda de uma casa de recuperação evangélica. “Hoje o Pedro é um homem temente a Deus, é o meu orgulho, é o milagre vivo de Jesus em nossas vidas”, declarou, emocionada.

Ela também aproveitou para agradecer o trabalho das igrejas com dependentes químicos. “Estou aqui com o coração grato ao trabalho dos senhores, que eu conheci de perto, de recuperar vidas e recuperar a fé nas pessoas. Eu e Márcio devemos a vocês uma parte importante da nossa história”.

Inspirado pelo testemunho de Lúcia, o deputado Marcos Pereira, bispo licenciado da Igreja Universal, também compartilhou sua história e aproveitou para fazer um apelo político. “Vamos dizer não à ideologia de gênero, não à destruição da família, não à mordaça aos pastores, não à cobrança de impostos aos dízimos e ofertas. Sim a Jesus, sim à igreja, porque o Brasil ainda é o que é por causa da igreja de Jesus”, afirmou.


A primeira-dama de São Paulo, Lúcia França, contou seu testemunho na Expo Cristã 2018. (Foto: Guiame/Marcos Paulo Corrêa)

O senador Magno Malta, que esteve no evento como representante do candidato à Presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro, destacou que o Brasil esqueceu de Deus.

“Esse é um país religioso, mas esqueceu de Deus. Esse país foi assolado por uma série de ataques à família. As autoridades do Brasil glamourizam bandidos em detrimento da segurança da população. Glamourizam a erotização de crianças e a ideologia de gênero. É uma tentativa de distorcer a ordem social, porque a ordem social correta é aquela estabelecida por Deus”, destacou.


Autoridades do governo receberam oração de pastores na Expo Cristã 2018. (Foto: Guiame/Marcos Paulo Corrêa)

O Café de Pastores contou com as ministrações do pastor Claudio Duarte e Mim Chul Lin, da Coreia do Sul. O momento de louvor foi conduzido pela banda Renascer Praise, com a música “Eu Me Rendo” e Davi Sacer, com a canção “Deus de Promessas”.


Adriana Barros e sua família na Expo Cristã 2018. (Foto: Guiame/Marcos Paulo Corrêa)


Davi Sacer ministrou o louvor na Expo Cristã 2018. (Foto: Guiame/Marcos Paulo Corrêa)


Coral acompanhou Adriana Barrosna Expo Cristã 2018. (Foto: Guiame/Marcos Paulo Corrêa)


Pastor Jabes Alencarna Expo Cristã 2018. (Foto: Guiame/Marcos Paulo Corrêa)


Apóstolo Estevam Hernandesna Expo Cristã 2018. (Foto: Guiame/Marcos Paulo Corrêa)


Prefeito de São Paulo, Bruno Covas, na Expo Cristã 2018. (Foto: Guiame/Marcos Paulo Corrêa)


Bruno Covas, Adriana Barros, Jabes Alencar e Lúcia França inauguram a Expo Cristã 2018. (Foto: Guiame/Marcos Paulo Corrêa)


Bispo Marcos Pereira na Expo Cristã 2018. (Foto: Guiame/Marcos Paulo Corrêa)


Autoridades do governo recebem oraçãona Expo Cristã 2018. (Foto: Guiame/Marcos Paulo Corrêa)


Pastor Juanribe Pagliarin na Expo Cristã 2018. (Foto: Guiame/Marcos Paulo Corrêa)


Pastor Claudio Duarte na Expo Cristã 2018. (Foto: Guiame/Marcos Paulo Corrêa)


Pastor Mim Chul Lin, da Coreia do Sul, na Expo Cristã 2018. (Foto: Guiame/Marcos Paulo Corrêa)

veja também