Paulo Baruk: "A emissora evangélica não está fazendo o seu papel"

Paulo Baruk: "A emissora evangélica não está fazendo o seu papel"

Atualizado: Quinta-feira, 17 Novembro de 2011 as 11:24

As portas da Rede Globo estão se abrindo para o evangelho e o Troféu Promessas é um exemplo disso. Organizado em parceria com a emissora, a primeira edição do evento premiará os destaques da música gospel no último ano e irá transmitir ao vivo o Festival Promessas, evento que reunirá diversos cantores gospel.

Outro exemplo desse espaço aos evangélicos é a participação da cantora Aline Barros no "Show da Virada", série de shows exibida pela Rede Globo no reveillón.

Conhecido nome da música gospel, o cantor Paulo César Baruk, que também concorre ao Troféu Promessas em algumas categorias, falou exclusivamente ao GUIAME a respeito desse espaço cedido aos evangélicos em mídia secular. Confira:

"Acho que toda abertura de qualquer mídia é bem vinda desde que não tenha que haver negociação da fé. Podemos entrar de cabeça erguida por toda porta que se abre. Durante muito tempo falou-se que a Rede Globo era a emissora do Capeta, mas hoje o que vemos é que a rede evangélica que existe no Brasil não oferece quase nenhuma programação Cristã.

Deus está abrindo outras portas por que aquela emissora que a gente acreditava que ia ser uma rede com programações sadias não está fazendo o seu papel, estou até me expondo falando isso, mas eu falo com a consciência tranquila.

Deus não se detém aos limites que o homem impõe, então, se a rede Globo abrir as portas, a gente tem que entrar mesmo e sempre com muita gentileza, acho que o Cristão tem que ser educado e sábio na maneira de se colocar.

Deus seja louvado pela vida dos administradores de todas as redes que se despuzerem a abrir as portas para que o evangelho de Jesus  possa ser pregado, que é o fundamental. A premiação é a consequência de um trabalho bem feito e se o prêmio vier amém, se não vier também tudo certo, por que o nosso prêmio a gente sabe que não tem nada a ver com os prêmios que o mundo poda nos oferecer. Nosso prêmio maior foi dado na Cruz do Calvário, essa é a nossa alegria, a salvação em Cristo Jesus.

Sejam bem-vindas todas as  portas que quiserem se abrir para os cantores, pregadores da palavra do Senhor e que todos preguem, não percam tempo, não percam as oportunidades.”

Por Juliana Simioni

veja também