Pedreiro agradece a Deus e ao celular por "nascer de novo"

Pedreiro agradece a Deus e ao celular por "nascer de novo"

Atualizado: Quarta-feira, 20 Janeiro de 2010 as 12

Nove dias depois de cair no "buracão" da Vila Real (zona sul), no final da rua Domingos Jorge Velho e ser resgatado com vida, o pedreiro Adauto de Jesus, 57, falou ao BOM DIA e fez questão de agradecer a Deus e ao aparelho de telefone celular que garantiu o chamado dele por socorro ao número 193 do Corpo de Bombeiros.

Evangélico, ele comentou que Deus é um só, independente de religião, e lembrou de sua fé como fator preponderante para ser resgatado após cair de uma altura de 150 metros - correspondente a um prédio de 50 andares.

"Tentei me arrastar, mas não conseguia. Deitei num barranco e fiquei ali até o dia amanhecer. Então lembrei que estava com o celular no bolso e liguei para os bombeiros. Foi só por Deus", disse.

Adauto de Jesus contou que estava em busca de madeira para fazer cabo para sua enxada, entre 17h e 19h do domingo, dia 10 de janeiro, quando escorregou e caiu no precipício. "Não me lembro de nada. Só de quando acordei lá embaixo, no outro dia. Tinha muita dor no peito", relata.

Adauto sofreu fratura nas costelas e também teve traumatismo craniano.

Lúcido, Adauto de Jesus criticou informações de que ele ouvia vozes e destacou que não bebeu antes de cair.

O pedreiro manca há oito anos, quando teve fratura no fêmur da perna esquerda.

Ele ficou seis dias internado no Hospital das Clínicas, com dreno de tórax, e recebeu alta no sábado, dia 16.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também